Eleições 2014 Filhos e netos de políticos tradicionais se elegem deputados

Filhos e netos de políticos tradicionais se elegem deputados

Herdeiros de políticos se juntarão a deputados que já estão na Casa há várias legislaturas

Filhos e netos de políticos tradicionais se elegem deputados

Eduardo Bolsonaro, Clarissa Garotinho e Artur Bisneto são herdeiros políticos que acabam de ingressar na Câmara

Eduardo Bolsonaro, Clarissa Garotinho e Artur Bisneto são herdeiros políticos que acabam de ingressar na Câmara

Montagem R7

Diversos filhos e netos de políticos tradicionais em seus Estados foram eleitos deputados federais no último domingo (5). É o caso da deputada estadual e filha do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, Clarissa Garotinho (PR), que foi a segunda deputada mais votada em seu Estado.

Em São Paulo, foi eleito Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho do deputado mais votado do Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro (PP-RJ). Também em São Paulo, o deputado estadual Bruno Covas (PSDB), neto do ex-governador Mário Covas, foi eleito com votação expressiva — mais de 352 mil votos.

No Amazonas, o deputado mais votado foi Arthur Bisneto (PSDB), filho do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto. Bisneto foi deputado estadual por dois mandatos consecutivos, entre 2007 e 2014, e vereador de Manaus, de 2001 a 2003.

Na Paraíba, Pedro Cunha Lima (PSDB) foi o deputado mais votado. Ele é filho do senador Cássio Cunha Lima, também do PSDB, que disputará no segundo turno o governo do Estado. O segundo mais votado na Paraíba foi Veneziano (PMDB), filho do ex-deputado federal Antônio Vital do Rêgo (já falecido) e da deputada Nilda Gondim (PMDB-PB). Ex-prefeito da cidade de Campina Grande (PB), Veneziano também é irmão do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

Leia mais notícias de Eleições no Portal R7

No Rio Grande do Norte, foram eleitos: o deputado estadual Walter Alves (PMDB), filho do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves; e o deputado Betinho Rosado Segundo (PP), filho do atual deputado Betinho Rosado (PP-RN), que não se candidatou à reeleição.

Em Minas Gerais, outro filho de deputado foi eleito: Newton Cardoso Jr (PMDB-MG), filho do atual deputado e ex-governador do Estado, Newton Cardoso (PMDB-MG). Já na Bahia, o segundo mais votado foi Mário Negromonte Jr. (PP), filho do ex-deputado Mário Negromonte.

Mais velho e mais novo

Nascido em 1930, o deputado mais idoso eleito é Bonifácio de Andrada (PSDB-MG). Aos 84 anos, ele vai cumprir o seu nono mandato consecutivo na Câmara. Já o deputado mais jovem do Parlamento será Uldorico Junior (PTC-BA), de 22 anos. Agricultor, ele foi o parlamentar eleito com menos votos na Bahia.

Mais legislaturas

Com a reeleição, o deputado Miro Teixeira (Pros-RJ) se tornará, na próxima legislatura (2015-2019), o parlamentar com maior número de mandatos na Câmara, 11 ao total. O parlamentar começou a carreira como deputado federal em 1971. Desde então, só deixou de estar no legislativo federal de 1983 a 1987.

Celebridades e esportistas

O cantor sertanejo Sérgio Reis (PRB-SP) foi eleito deputado federal, puxado pela votação do ex-deputado e apresentador de TV Celso Russomanno (PRB), o deputado federal mais votado do Brasil, com 1,5 milhão de votos. A bancada paulista também contará com outro artista, o palhaço Tiririca (PR-SP), reeleito com mais de 1 milhão de votos.

Também foi eleito por São Paulo Andrés Sanchez (PT-SP), ex-presidente do Sport Club Corinthians. Outro ex-jogador de futebol que teve sucesso nas urnas foi o deputado licenciado Deley (PTB-RJ), reeleito pelo Rio de Janeiro. A bancada de esportistas contará ainda com o ex-goleiro Danrlei de Deus (PSD-RS), reeleito pelo Rio Grande do Sul com a segunda maior votação no Estado, e com o ex-judoca João Derly (PCdoB-RS).

    Access log