Lula

Eleições 2014 Lula volta a rebater Marina após crítica a ‘tripé econômico’

Lula volta a rebater Marina após crítica a ‘tripé econômico’

Irônico, ex-presidente diz que ex-senadora deve estar se lembrando no período de 1994 a 1998

  • Eleições 2014 | Kamilla Dourado, do R7, em Brasília

Dilma e Lula exaltaram as conquistas após 10 anos do Bolsa Família

Dilma e Lula exaltaram as conquistas após 10 anos do Bolsa Família

Antonio Cruz/30.10.2013/Agência Brasil

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva voltou a rebater, nesta quarta-feira (30), as críticas da ex-senadora Marina Silva ao “tripé econômico” do governo federal, segundo a qual está “fragilizado”. Lula participou hoje em Brasília, ao lado da presidente Dilma Rousseff e de ministros de Estado, das comemorações dos 10 anos do Bolsa Família.  

Irônico, Lula disse que a pessebista, que deve compor a chapa da candidatura de Eduardo Campos ao Planalto em 2014, “não deve aceitar com facilidade algumas coisas que estão lhe dando”. O ex-presidente disse ainda que a ex-senadora estava fazendo confusão entre os governos do PT e do PSDB.  

— Precisa acompanhar o que era o Brasil antes de a gente chegar aqui. Ela deve estar apenas lembrando do período de 1994 a 1998. Acho importante perguntar isso para ela, pra ver se ela se lembra. Nunca tivemos tanto tempo de estabilidade econômica como tivemos agora.

Lula diz que a melhora campanha de Dilma à reeleição é governar o País

Leia mais notícias de Brasil e Política

Há duas semanas, Marina afirmou que o governo brasileiro estava sendo negligente em virtude da “ansiedade política, do governo, sobretudo no 2º governo Lula e sobretudo no atual governo que”. Marina disse que “está fragilizando o tripé da política econômica”. Dois dias depois do fato, o possível candidato do PSB ao Planalto, Eduardo Campos, se recusou a incentivar a discussão e disse que não faria do "debate sobre um Brasil um ringue".

Depois de criticar a fala de Marina, Lula esbanjou confiança na economia do País e disse que não existe a possibilidade de o Brasil não ser a 5ª maior economia do mundo até 2016.  

O ex-presidente falou ainda sobre as críticas que Dilma vem sofrendo por não ter uma marca definida de governo. Lula disse que a presidente continuou o trabalho social iniciado pelo PT em 2003.

— Eu acho que o governo da presidenta Dilma teve uma marca da campanha que foi a razão da sua eleição. Qual foi a razão da eleição da presidente Dilma? Dar continuidade ao programa de inclusão social desenvolvimento que a gente vinha fazendo e ela sabe que o Brasil hoje tem mais estabilidade do que tinha quando entramos.

Últimas