Eleições 2014 Pesquisa encomendada pelo PSDB aponta vitória de Dilma no primeiro turno

Pesquisa encomendada pelo PSDB aponta vitória de Dilma no primeiro turno

Levantamento do Instituto Sensus corrobora dados apurados por pesquisas Datafolha e Ibope 

Pesquisa encomendada pelo PSDB aponta vitória de Dilma no primeiro turno

Dilma compareceu a evento empresarial em SP nesta segunda-feira

Dilma compareceu a evento empresarial em SP nesta segunda-feira

Roberto Stuckert Filho/PR

Pesquisa do Instituto Sensus encomendada pelo PSDB corrobora os levantamentos recentes de Datafolha e Ibope que apontam a presidente Dilma Rousseff como franca favorita à vitória em 2014. Em todos os cenários, a presidente venceria a eleição no primeiro turno. 

De acordo com os dados, publicados pelo colunista Ilimar Franco em seu blog em O Globo, na pesquisa Sensus, Dilma venceria a eleição com 40,2% das intenções de voto, enquanto o senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB, teria 18% e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), ficaria com 10,6%.

Nesse cenário, 31,3% dos ouvidos "Não Sabem", "Não Responderam" ou disseram que votariam "Branco" ou "Nulo". O Instituto Sensus fez 2.000 entrevistas em 24 Estados, entre os dias 17 e 21 de outubro. A margem de erro é de 2,2%. 

Dilma Rousseff ganharia Eleição 2014 no 1º turno, diz Datafolha

Ibope diz que Dilma venceria eleição no 1° turno

Marina e Serra

As intenções de voto de Dilma caem quando Marina é considerada no lugar de Eduardo Campos, mas não o bastante para evitar uma vitória no primeiro turno, indica a pesquisa Sensus. Dilma teria 38,2% das intenções de voto, seguida por Marina Silva, com 18,4%, e Aécio, com 17,8%. Nesse cenário, 25,8% dos entrevistados "Não Sabem", "Não Responderam" ou disseram que votariam "Branco" ou "Nulo". 

Quando Aécio é substituído pelo ex-governador José Serra, as intenções de voto para Dilma permanecem praticamente as mesmas (38,8%). Nesse cenário, Serra aparece em segundo, com 18,6%, seguido por Campos,  com 13,3%. O quadro de indecisos teria uma variação de quatro pontos percentuais, ficando em 29,4%. 

Mesmo quando Serra e Marina são os adversários da oposição, Dilma permanece como favorita no primeiro turno, com 38,2% das intenções de voto. Serra aparece na sequência, com 18,3%, e Marina Silva teria 18%. Outros 25,6% disseram que "Não Sabem", "Não Responderam" ou que votariam "Branco" ou "Nulo".

No caso de um segundo turno entre os candidatos de PT e PSDB, Dilma teria 45,2% e Aécio, 27%. Na condição de que ambos tenham o mesmo nível de conhecimento público, contudo, a disputa seria mais apertada, com a presidente tendo 41,7% e Aécio com 30,2% — além de 28,1% de indecisos.