Rodrigo Rollemberg é o primeiro governador eleito no 2º turno

Candidato do PSB teve 55% dos votos no Distrito Federal

Do R7

Apesar de variação e uma ligeira queda nas pesquisas, o candidato do PSB sempre se manteve na liderança das pesquisas para o 2º turno
Apesar de variação e uma ligeira queda nas pesquisas, o candidato do PSB sempre se manteve na liderança das pesquisas para o 2º turno Reprodução/Facebook

O candidato do PSB ao governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, é o primeiro a ser confirmado eleito no segundo turno das Eleições 2014 com 812.036 votos. A apuração foi encerrada às 18h30 com 100% das urnas do DF apuradas. Rollemberg teve com 55,56% dos votos válidos contra 44,44% de seu adversário Jofran Frejat (PR), que substituiu José Roberto Arruda na reta final da campanha eleitoral. Frejat recebeu 649.587 votos.

O senador Rollemberg começou a campanha em 3º lugar nas pesquisas e assumiu a liderança desde a desistência do ex-governador Arruda, em 13 de setembro, que teve a candidatura impugnada com base na Lei da Ficha Limpa. Apesar de variação e uma ligeira queda nas pesquisas durante a campanha para o 2º turno, o candidato do PSB sempre se manteve na liderança das pesquisas.

A proposta de Jofran Frejat da tarifa de ônibus a R$ 1 a partir de 1º de janeiro de 2015 foi apontada como o principal motivo para que o candidato do PSB caísse nas pesquisas nas últimas semanas, mas não foi suficiente para garantir a vitória a Frejat.

Leia mais notícias no R7 DF

Em resposta a Frejat, Rollemberg destacou sua proposta de tarifa única, ou bilhete único, que consta em seu plano de governo desde o início de sua campanha.

Rollemberg teve 45,23% dos votos válidos no 1º turno e Jofran Frejat (PR) ficou em segundo lugar com 27,97%. A diferença foi de aproximadamente 264 mil votos. O atual governador do DF, Agnelo Queiroz (PT)ficou em terceiro lugar no 1º turno.

Rollemberg foi eleito senador em 2010 na chapa do atual governador. O PSB teve a secretarias e outros cargos nos dois primeiros anos do governo do PT no DF. Após a derrota nas urnas, no entanto, Agnelo não manifestou apoio a nenhuma das chapas que concorriam neste domingo. A chapa de Rollemberg — Somos Todos Brasília — é formada por PSB, SD, PDT e PSD. Para o segundo turno, Rollemberg teve apoio também do PRP, PSDB, PV e PPS.

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log