Doria anuncia primeiros secretários e cobra equipe no trabalho às 7h30 todos os dias

Prefeito eleito escolheu seu coordenador de campanha para a Secretaria de Governo

Doria anuncia primeiros secretários e cobra equipe no trabalho às 7h30 todos os dias

Doria anunciou os primeiros secretários para seu governo em 2017

Doria anunciou os primeiros secretários para seu governo em 2017

Renato S. Cerqueira/27.10.2016/Futura Press/Folhapress

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (27) na capital paulista sua equipe de secretários para ajudar a governar a maior cidade brasileira. O coordenador de campanha do tucano, Julio Semeghini, foi confirmado na Secretaria de Governo.

Doria também anunciou Bruno Covas como secretário das Prefeituras Regionais; Wilson Polara como secretário da Saúde; Anderson Pomini na secretaria de Negócios Jurídicos; e Cid Torquato na Secretaria da Pessoa com Deficiência.

O tucano informou que a rotina da equipe de secretários vai começar pontualmente às 7h30 todos os dias e avisou que vai anunciar o restante do time até 30 de novembro. Sobre os próximos nomes da prefeitura, Doria disse que a cidade "terá boas surpresas".

Leia mais notícias de Eleições 2016

Os escolhidos são ligados ao governo de Geraldo Alckmin (PSDB), porém Doria disse que "os nomes não foram sugeridos pelo governador".

— O governador é um democrata. O que fazemos é compartilhar com ele.

Após cogitar a extinção da secretaria da Pessoa com deficiência, Doria afirmou que voltou atrás porque "não tem compromisso com o erro" e que não vê problema em voltar atrás quando for necessário. Escolhido para a pasta, Torquato disse que "o erro" inicial de Doria fez com que ficasse clara a necessidade de uma secretaria voltada à população com deficiência.

Bruno Covas explicou que a questão das enchentes de São Paulo é uma prioridade para o governo eleito. Ele disse que as pessoas que sofrem com a situação não podem ficar sem socorro porque o governo mudou. Em seguida, afirmou que será necessário um trabalho de educação para a população para que enchentes não aconteçam.

Quem é quem?

Julio Semeghini

Coordenou a campanha eleitoral de Doria nas Eleições 2016. É titular licenciado da subsecretaria de Tecnologia e Serviço ao Cidadão e foi secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo até dezembro de 2014. Em 2016, coordenou o escritório de representação do governo de São Paulo em Brasília.

É engenheiro pela FEI com experiência nas áreas de tecnologia, informática e telecomunicações. Foi deputado federal por quatro vezes entre 1999 e 2014. Como secretário de Gestão Pública do Estado de São Paulo em 2011, gerenciou o Acessa São Paulo, o Poupatempo e a modernização do Detran-SP. 

Anderson Pomini

Prestou a assessoria jurídica da candidatura de Doria na campanha eleitoral e assumiu os trabalhos após a vitória, no período de transição entre os mandatos na Prefeitura de São Paulo.

Formado pela FMU/SP (Faculdades Metropolitanas Unidas), é pós-graduado em Direito Constitucional e Político pela FMU/SP, e pós-graduado em Direito Eleitoral e Processual Eleitoral pela Escola Judiciária do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo.

Sócio-fundador do escritório Pomini Sociedade de Advogados com sede na capital paulista, especializado em Direito Público, Partidário e Eleitoral. É membro fundador e diretor do Instituto Paulista de Direito Público – IPDP. Tem 40 anos, é casado e pai de 2 filhos.

Cid Torquato

Natural de Mogi das Cruzes, tem 53 anos de idade, é advogado formado pela Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo). Foi executivo da Lowe & Partners América Latina, StarMedia Networks, assessor em Governo Eletrônico do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, no Governo FHC, e fundador da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

Autor de livros sobre Economia Digital e Comércio Eletrônico, escreveu Empreendedorismo sem Fronteiras – Um Excelente Caminho para Pessoas com Deficiência, após ficar tetraplégico em 2007. Hoje, atua como Secretário Adjunto da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo. É casado com Fabienne Muzy e pai de Nicolau e Nina.

Bruno Covas

Vice-prefeito eleito de São Paulo, é advogado formado pela Faculdade de Direito da USP e economista pela PUC-SP. Santista e neto do ex-governador Mario Covas, está em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados. Foi eleito com 352.708 votos, quarta maior votação de São Paulo e é o deputado mais votado do PSDB no Estado.

É vice-líder do partido, titular da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e suplente na Comissão de Defesa do Consumidor e Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. Atualmente é secretário Geral do PSDB de São Paulo. Já foi presidente da Juventude Nacional do PSDB, entre 2007 e 2010. Antes de exercer o mandato federal, Bruno Covas foi deputado estadual. 

Wilson Polara

Gastroenterologista, é Secretário Adjunto de Saúde do Estado de São Paulo. Graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em 1973 e Pós-graduado em Cirurgia Geral na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com mestrado, doutorado e livre docência. Foi Presidente Mundial do Colégio Internacional de Cirurgiões de 1999 a 2000.

Desde 1988 exerce cargos administrativos ligados à administração da Saúde. Membro do Conselho Gestor dos Hospitais Camilianos de São Paulo de 1998 a 2004. Exerceu a função de Coordenador Geral de Cirurgia no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo de 2008 a 2011. Diretor Executivo do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo de 2011 a 2013.