Segurança pública domina debate entre os candidatos à prefeitura de Jundiaí

Luiz Fernando Machado (PSDB) e Pedro Bigardi (PSD) puderam defender seus projetos

Segurança pública domina debate entre os candidatos à prefeitura de Jundiaí

Os candidatos que disputam o segundo turno das eleições municipais em Jundiaí (SP), Luiz Fernando Machado (PSDB) e Pedro Bigardi (PSD), participaram nesta quinta-feira (20), na Record News, de um debate mediado pelo jornalista Heródoto Barbeiro.

No encontro, os adversários tiveram a oportunidade de esclarecer suas propostas para o município e focaram o debate no campo da segurança pública, que apareceu em cinco das dez perguntas elaboradas pelos candidatos.

Bigardi, que busca a reeleição no município, foi criticado por Machado por não ter cumprido a promessa feita durante campanha. Ele afirmou que o problema com a segurança “está em toda a cidade".

Em sua defesa, o atual prefeito afirmou que sua gestão fez muito pela segurança pública de Jundiaí, esclareceu que o novo prédio para o quartel não foi entregue por conta da queda de arrecadação do município e se comprometeu em concluir o projeto caso seja reeleito.

— De todas as nossas propostas, a única questão que não foi entregue foi o quarte porque temos que contratar viaturas que a guarda não tinha, tínhamos que fazer concurso para a contratação de funcionários, que a guarda não tinha.

Machado reforçou ainda que deseja integrar guarda municipal, a polícia militar e a polícia civil e criticou o uso de viaturas do município vizinho pelos agentes de segurança local. Segundo ele, a parceria reduz em 50% a arrecadação com IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

— Até hoje não tive a compreensão do motivo pelo qual temos viaturas de Campinas circulando na nossa cidade.

Os dois candidatos também falaram sobre suas propostas para as áreas de saúde, educação e mobilidade. Bigardi, por exemplo, defendeu como suas prioridades a entrega de quatro UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e o termino da alça de acesso que liga o município à rodovia Anhanguera.

Machado, por sua vez, se comprometeu em melhorar o serviço público da cidade nos campos de saúde e educação. Ele ainda garantiu que vai prosseguir com os projetos iniciados na atual gestão de seu adversário.

— Vamos dar continuidade e temos responsabilidade para entender que qualquer gestor público tem que dar continuidade às obras do governo anterior

No primeiro turno das eleições, Machado foi o mais votado, com 47,02% dos votos válidos. Bigardi, por sua vez, chegou ao segundo turno com o apoio de 26,69% do eleitorado de Jundiaí.