Eleições 2018 Alckmin: "Não é possível achar que trabalhador não tenha direito a 13º"

Alckmin: "Não é possível achar que trabalhador não tenha direito a 13º"

Candidato do PSDB rebateu declaração do vice de Jair Bolsonaro, que chamou 13º salário e adicional de férias de "jabuticabas" para empresários

Campanha

Alckmin critica polarização entre PT e Bolsonaro

Alckmin critica polarização entre PT e Bolsonaro

Paulo Lopes/Futura Press/Estadão Conteúdo - 27.9.2018

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, rebateu a declaração do vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), Hamilton Mourão, sobre o 13º salário.

Na manhã desta quinta-feira (27), em palestra a dirigentes lojistas no Rio Grande do Sul, Mourão disse que 13º e adicional de férias são "jabuticabas" para os empresários.

"Eu não posso ser a favor de, como disse hoje o general Mourão, que 13º é jabuticaba brasileira. Não é possível achar que os trabalhadores que suam a camisa, que muitas vezes são até explorados, não tenham direito nem ao 13º salário. Não vou mudar nenhuma estratégia, vou alertar aos brasileiros e brasileiras que o caminho não é a volta do PT... e nem o outro extremismo, da intolerância", afirmou o ex-governador de São Paulo, no começo da tarde de hoje.

O vice de Bolsonaro falava sobre as propostas da chapa para a economia brasileira e prometeu uma "implementação séria da reforma trabalhista".

"Temos algumas jabuticabas que a gente sabe que é uma mochila nas costas de todo empresário: 13º salário. Se a gente arrecada 12, como é que nós pagamos 13? É complicado. E é o único lugar onde a pessoa entra e, férias e ganha mais, é aqui no Brasil. É a legislação que está aí, que aquela visão dita social, mas com o chapéu dos outros", afirmou o general da reserva.

    https://noticias.r7.com/eleicoes-2018