Eleições 2018 Ciro critica governos petistas e promete transparência se eleito

Ciro critica governos petistas e promete transparência se eleito

Em campanha no Piauí, pedetista disse que em um eventual governo dele 'não haverá caixa preta, nem nada parecido com o que ocorreu com o PT'

Ciro Gomes

Ciro Gomes (PDT) percorre cinco estados do Nordeste no fim de semana

Ciro Gomes (PDT) percorre cinco estados do Nordeste no fim de semana

Wessley Sales / TV Antena 10

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, criticou, neste domingo (23), governos petistas e afirmou que, em um eventual mandato dele como chefe do Executivo, haverá transparência. As informações são do repórter Wessley Sales, da TV Antena 10, afiliada da RecordTV, no Piauí. 

Ciro relaciona porte de fuzil com autoestima dos jovens

"O PT terminou sendo um desastre pela corrupção. No meu governo não haverá caixa preta", disse ele durante caminhada pelo Mercado Dirceu Arcoverde, localizado na região sudeste de Teresina, no Piauí. "A transparência vai ser um dos focos do meu governo. Não vai acontecer nada parecido com o que ocorreu com o PT."

Ciro Gomes comentou o desempenho do adversário petista ao Planalto, Fernando Haddad, apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — preso em Curitiba. "Não tenho porque falar em apoio porque vou estar no segundo turno e vencer as eleições."

"Não adianta Haddad querer colar sua imagem à de Lula porque ele não é o Lula", disse o presidenciável ao citar a derrota de Haddad durante as eleições para a Prefeitura de São Paulo, em 2016, disputa em que o petista perdeu para João Doria (PSDB) no primeiro turno.

Ciro afirmou ainda que ele é o presidenciável que melhor conhece o Nordeste. Em campanha por cinco Estados, Ciro disse que é o único candidato que conhece os potenciais da região. "O único verdadeiramente nordestino sou eu", disse.

Em relação às propostas, o pedetista prometeu fortalecer a agricultura e a fruticultura do Piauí. Além disso, comentou também seu programa para quitar débitos de consumidores listados no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). "A intenção não é ser bonzinho, é uma proposta para a circular dinheiro e desafogar o cidadão mais pobre. Não é nenhuma ficção."

Ciro disse ainda que não se sente desconfortável ao caminhar sob o sol forte do Estado. "Sou nordestino e isso não me incomoda de forma alguma", afirmou.

De Teresina, Ciro seguiu para a sede do partido no Maranhão, onde se encontrou com membros do PDT. Na tarde do domingo deve embarcar para Pernambuco. A campanha no Nordeste faz parte da estratégia do candidato para fortalecer sua presenção na região diante dos adversários. 

    https://noticias.r7.com/eleicoes-2018