Ibope coloca Jair Bolsonaro e Fernando Haddad no segundo turno

Em último levantamento do instituto antes da votação deste domingo (7), Bolsonaro aparece com 36%, Haddad tem 22% e Ciro, 11%

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad disputam segundo turno, segundo Ibope

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad disputam segundo turno, segundo Ibope

Paulo Whitaker - Nacho Doce/Reuters

Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (6) para a corrida presidencial  confirma o cenário das últimas semanas e aponta segundo turno entre os candidatos Jair Bolsonaro, do PSL, e Fernando Haddad, do PT.

Último levantamento do instituto antes da votação deste domingo (7), a pesquisa mostra o deputado federal do PSL à frente dos demais candidatos com 36% das intenções de voto.

Veja os resultados da última pesquisa Datafolha para a corrida presidencial

Em segundo lugar aparece o ex-prefeito de São Paulo com 22% da preferência do eleitorado.

Na última pesquisa Ibope, divulgada na quarta-feira (3), Bolsonaro tinha 32% das intenções de voto, contra 23% de Haddad. A diferença entre os dois, portanto, passou de 9 pontos percentuais para 14 pontos.

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes, candidato do PDT, passou de 10% para 11% entre um levantamento e outro.

Veja a seguir todos os resultados:

Infogram/Diego Junqueira/R7

O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre os dias 5 e 6 de outubro. O índice de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pela Rede Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-01537/2018.

Segundo turno

O Ibope analisou também as intenções de votos para o segundo turno entre os candidatos líderes da disputa eleitoral. Veja:

Bolsonaro X Haddad
Bolsonaro: 45%
Haddad: 41%
Branco/nulo: 12%
Não sabe: 3%

Bolsonaro X Alckmin
Bolsonaro: 43%
Alckmin: 40%
Branco/nulo: 14%
Não sabe: 3%

Ciro X Bolsonaro
Ciro: 45%
Bolsonaro: 41%
Branco/nulo: 11%
Não sabe: 2%

Rejeição

A pesquisa Ibope também mostra que Jair Bolsonaro e Fernando Haddad também são os mais rejeitados pelo eleitor brasileiro. Veja a seguir:

Infogram/Diego Junqueira/R7