Moro saúda Bolsonaro e sugere reformas "com diálogo e tolerância"

Ele desejou ao presidente eleito "que faça um bom governo" para "resgatar a confiança da população na classe política"

O juiz federal Sérgio Moro,  do Vara de Curitiba

O juiz federal Sérgio Moro, do Vara de Curitiba

Suamy Beydoun/ AGIF/ Estadão Conteúdo - 25.07.2018

O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, que colocou o ex-presidente Lula na cadeia, desejou ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) "que faça um bom governo".

Moro declarou neste domingo, 28, após apuração de 98,89% dos votos, assegurando vitória de Bolsonaro, que "encerradas as eleições, cabe congratular o presidente eleito".

Ele recomenda reformas "com diálogo e tolerância".

"São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da Administração Pública", sugere o magistrado.

Para Moro, este é o caminho para "resgatar a confiança da população na classe política".

"Encerradas as eleições, cabe congratular o presidente eleito e desejar que faça um bom governo. São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da administracao pública, assim resgatando a confiança da populacao na classe politica."