Novo Coronavírus

Eleições 2020 Atual prefeito e candidato ao cargo em Vitória (ES) estão com covid-19

Atual prefeito e candidato ao cargo em Vitória (ES) estão com covid-19

Chefe do executivo municipal, Luciano Rezende (Cidadania), e postulante ao cargo apoiado por ele, Fabrício Gandini, estão isolados e com sintomas leves

Gandini esteve em evento com 2.000 pessoas

Gandini esteve em evento com 2.000 pessoas

Divulgação/Facebook

O atual prefeito de Vitória, Luciano Rezende (Cidadania), e o candidato apoiado por ele para assumir a chefia do executivo municipal em 2021, Fabrício Gandini, estão com a covid-19. Os testes dos dois políticos acusaram a presença do novo coronavírus e ambos estão isolados, sem a necessidade de internação.

Os dois participaram de um grande evento de campanha há cinco dias, quando cerca de 2.000 pessoas foram ao “Grande Encontro 23” no Clube Álvares Cabral, localizado na capital do Espírito Santo. Rezende discursou ao microfone sem máscara, apesar de estar com o acessório durante o encontro.

Rezende, que não pode disputar a reeleição, foi às redes sociais tranquilizar eleitores, amigos e familiares. Disse que sente sintomas leves da doença e se afastou do trabalho presencial, embora tenha mantido os compromissos virtuais.

“Nos últimos dias, eu tive alguns sintomas respiratórios leves e fiz o teste para covid-19, e o teste deu positivo. Estou te comunicando que eu vou continuar trabalhando através de plataformas digitais, videoconferências, telefone, enfim, o que for disponível para continuar o trabalho. Estou bem, mas quero pedir a você que me coloque nas suas orações para que o quadro continue bem e possamos nos reestabelecer o mais rápido possível para voltar às atividades presenciais”, afirmou.

O candidato a sucessor de Rezende na Prefeitura de Vitória, o deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania), também tem sintomas da covid-19, segundo a assessoria do candidato, que confirmou o teste positivo na última quinta-feira (29).

Ele teve febre e indisposição física na manhã de quarta-feira (28). Por isso, à tarde, foi para um hospital particular de Vitória, onde passou por consulta e exames e recebeu a orientação médica de ficar em casa.

"Estou em casa repousando por orientação médica, trabalhando, me tratando, pois o resultado do teste de covid que realizei na quarta-feira deu positivo. Estou antenado na campanha e acompanhando tudo", disse o candidato.

Enquanto Gandini está afastado dos eventos de campanha, as agendas estão a cargo do vice da chapa, Nathan Medeiros.

Corrida eleitoral

De acordo com levantamento do Ibope, encomendado pela TV Gazeta, Gandini (Cidadania) e João Cozer (PT) estão numericamente empatados na disputa para a prefeitura de Vitória – cada um tem 22% das intenções de voto.

Na sequência, aparecem Delegado Pazolini (Republicanos), com 10%; Neuzinha (PSDB), com 7%; Capitão Assumção (Patriota), com 6%; Sérgio Sá (PSB), com 5%; Mazinho (PSD), com 3%; Namy Chequer (PCdoB), com 2%.

Coronel Nylton (Novo) e Gilbertinho Campos (Psol) têm 1% da preferência cada. Eron Domingues (PRTB), Fábio Louzada (MDB) e Raphael Furtado (PSTU) não pontuaram. O nome do candidato Halpher Luiggi não foi citado.

Os entrevistados que disseram que votarão branco ou nulo somam 11% e os que não responderam ou não souberam, 9%.

A pesquisa ouviu 602 eleitores de Vitória entre os dias 11 e 12 de outubro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O estudo está registrado no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob o número ES‐00783/2020.

Últimas