Novo Coronavírus

Eleições 2020 Boulos foi a sete eventos presenciais após aliada contrair covid-19

Boulos foi a sete eventos presenciais após aliada contrair covid-19

Candidato teve contato com a deputada Sâmia Bonfim (PSOL), que testou positivo no dia 20 de novembro, no entanto, Boulos só fez teste na quinta

Boulos participou de eventos antes de fazer teste

Boulos participou de eventos antes de fazer teste

ARNALDO NUNES / FUTURA PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO - 27.11.2020

O candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, que testou positivo para covid-19 na sexta-feira (27), participou de diversos eventos presenciais nesta semana após a aliada Sâmia Bonfim, deputada federal também PSOL, ter sido diagnosticada com a doença. 

Leia também: Quem não votou no 1º turno pode votar neste domingo (29)? Entenda

A notícia de que Sâmia havia contraído a covid-19 chegou ao público na manhã de segunda-feira (23), após a parlamentar fazer o anúncio em suas redes sociais. 

Como Boulos e a deputada federal haviam tido contato no dia 20, uma sexta-feira, o candidato à prefeitura resolveu fazer o teste para saber se estava com a doença. O teste, no entanto, foi feito apenas na quinta-feira (26). 

No entanto, entre o momento em que soube da contaminação de Sâmia e o resultado de seu próprio exame, Boulos esteve em pelo menos sete atos presenciais de campanha.

O candidato do PSOL, assim como a campanha, recebeu a notícia do teste positivo e Sâmia por volta de 11h da segunda-feira. Neste momento, Boulos se reunia com evangélicos na avenida Ipiranga. 

Após ter conhecimento da situação da aliada, Boulos decidiu por seguir com a agenda prevista para o dia e foi para o centro de São Paulo, por volta do meio dia, para um evento de rua que reuniu cerca de 100 pessoas. 

Mais tarde naquela segunda-feira, o candidato participou do programa Roda Viva, da TV Cultura, que entrevistaria os dois candidatos à prefeitura de São Paulo. 

No dia seguinte, Boulos deu seguimento à sua agenda e se encontrou com servidores públicos, às 9h. 

Naquela mesma terça-feira (24), o candidato se encontrou com dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, de 71 anos. Por conta da idade avançada, Scherer é pertencente ao grupo de risco para covid-19. O encontro foi registrado nas redes sociais de Boulos e mostra os dois lado a lado, usando máscara. 

Já na quarta-feira, o candidato do PSOL participou, por volta das 10h30, da sabatina da rádio CBN. Boulos esteve cercado de jornalistas, pessoas que trabalhavam na emissora e assessores. 

Boulos em evento com mulheres em Itaquera

Boulos em evento com mulheres em Itaquera

Reprodução/Instagram

Mais tarde, às 13h, Boulos se encontrou com mulheres da periferia de Itaquera, zona leste de São Paulo, para uma discussão sobre violência doméstica. 

No dia em que fez o teste para detectar se estava com covid-19, Boulos deu prosseguimento a agenda de quinta-feira. 

O candidato se reuniu, no início da manhã, com empreendores e pequenos comerciantes na Santa Ifigênia, centro de São Paulo.

Mais tarde, às 11h, Boulos participou da sabatina Uol/Folha, mas de forma virtual. 

Durante esses três dias, o candidato ainda fez outros muitos encontros, também de forma virtual, assim como entrevistas por vídeoconferência. Além disso, Boulos não teve contato direto com a sua vice, Luiza Erundina, que, aos 85 anos de idade, é do grupo de risco. 

Na sexta-feira (27), o resultado do teste feito pelo exame ficou pronto e apontava para a contaminação do candidato. Nas redes sociais, Boulos publicou um comunicado em vídeo em que afirmou estar assintomático e que ficaria de quarentena. 

"Eu não estou com sintomas, estou bem de saúde, mas a partir de agora, claro, eu vou cumprir a quarentena pelo tempo necessário", disse o candidato do PSOL em comunicado publicado no Instagram. 

Últimas