Eleições 2020 Cultura e saúde marcam falas de candidatos em SP nesta quinta (5)

Cultura e saúde marcam falas de candidatos em SP nesta quinta (5)

Candidatos saem às ruas para buscar votos com vistas à prefeitura da capital paulista há menos de duas semanas das eleições municipais

  • Eleições 2020 | Cesar Sacheto, do R7

Candidatos entram em reta final de campanha

Candidatos entram em reta final de campanha

Montagem/R7

Os candidatos à Prefeitura de São Paulo comentaram sobre projetos para alavancar a cultura, assitência a pessoas em situação de rua e melhorias nos equipamentos de saúde da cidade durante a agenda pública desta quinta-feira (5), entre outros temas.

As eleições municipais serão realizadas no dia 15 de novembro e o segundo turno de votações está  marcado para o dia 29 do mesmo mês.

Leia também: TSE libera live com Caetano para recursos de campanha no RS

A campanha eleitoral começou oficialmente no dia 27 de setembro e o R7 tem divulgado os compromissos de campanha de todos os 14 concorrentes à administração municipal paulistana. O critério definido para apresentação foi a ordem alfabética.

Andrea Matarazzo (PSD)

O candidato do PSD, Andrea Matarazzo, teve gravação para o horário eleitoral pela manhã. À tarde, ele visitou o bairro do Ipiranga.

Depois, Matarazzo concedeu entrevista à rádio Trianon e fecha o dia com uma palestra a um grupo de mulheres da sociedade civil.

Antônio Carlos Silva (PCO)

O candidato Antônio Carlos Silva, do PCO, começou o dia de campanha com panfletagens no Jabaquara, às 6h. Depois, ele fez visitas de casa em casa pela cidade voltou a realizar panfletagem no Metrô.

À noite, Antônio Carlos Silva encerra com debate sobre educação com o coletivo Paulo Freire e a Faculdade de Educação da USP (Universidade de São Paulo).

Arthur do Val (Patriota)

O candidato Arthur do Val Mamãe Falei, do Patriota, participou da inauguração da Área 51, no shopping Metrô Santa Cruz. À tarde, ele encerrou o dia de campanha concedendo entrevista ao Band Eleições.

Bruno Covas (PSDB)

O candidato do PSDB à reeleição, Bruno Covas será entrevistado em sabatina para a Folha/Uol. Ainda pela manhã, ele visitou as obras da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Jabaquara, na zona sul de São Paulo.

De acordo com o prefeito, a UPA Jabaquara, na qual estão sendo investidos R$ 57 milhões, é uma das sete que serão entregues à população até o final de 2020.

"Quando assumimos, tínhamos quatro UPAs na cidade. Já entregamos dez e até o final do ano serão mais sete concluídas. E outras 17 serão construídas nos próximos quatro anos", afirmou.

A UPA Jabaquara contará com 20 leitos para auxiliar o atendimento de média complexidade, atendendo a uma população estimada de 300 mil pessoas.

Durante a agenda, Covas reafirmou a importância do município ter conseguido manter sua capacidade de investimento, mesmo tendo sofrido os efeitos da pandemia da covid-19.

Bruno Covas visitou obras para a construção de UPA na zona sul de SP

Bruno Covas visitou obras para a construção de UPA na zona sul de SP

Divulgação/Patrícia Cruz

"O orçamento de 2020 previa cerca de R$ 4,5 bilhões para investimentos, valor preservado na Lei Orçamentária para 2021 que já foi encaminhada à Câmara", afirmou. De acordo com o prefeito, o feito foi possível em funçõ de uma gestão fiscal responsável, adotada desde 2017. "Reduzimos a relação entre dívida e receita de 97% no início da gestão para 38% hoje", completou.

Bruno Covas informou que do valor total de R$ 1 bi de um empréstimo obtido junto ao BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para ações na área de Saúde, R$ 315 mi já foram usados pela prefeitura paulistana.

"Vamos realizar 180 obras apenas na área da Saúde. Esse aprimoramento da rede foi fundamental no período da pandemia", ressaltou o prefeito e candidato à reeleição na capital paulista.

Ainda nesta quinta-feira (5), Covas participou de um seminário da Veja São Paulo. Ao fim do dia, ele tem encontro com apoiadores na Mooca, zona leste paulistana.

Celso Russomanno (Republicanos)

O candidato do Republicanos, Celso Russomanno, teve uma caminhada com apoiadores no Jaguaré, na zona oeste. À tarde, ele participou de encontro no Canal do Negão, via internet.

Filipe Sabará (Novo)

O candidato do Novo, Filipe Sabará, não tem agenda desde que o pedido de candidatura foi indeferido.

Guilherme Boulos (PSOL)

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, participou da live Reage, pela Veja São Paulo. À tarde, ele saiu em caravana por Sapopemba e São Miguel, na zona leste.

Jilmar Tatto (PT)

O candidato do PT, Jilmar Tatto, teve gravações durante a manhã. À tarde, ele participou do lançamento do Manifesto da Saúde, na Praça Ramos de Azevedo e encerrou o dia de campanha com uma caminhada em Paraisópolis.

Joice Hasselmann (PSL)

A candidata do PSL à prefeitura, Joice Hasselmann, teve reunião com a equipe do seu plano de governo no período da manhã.

À tarde, ela participou de outra reunião com a Associação Paulista de Supermercados e fez gravações para o horário eleitoral.

A candidata finalizou a sua agenda pública com uma entrevista para o ranking dos políticos, às 19h.

Levy Fidelix (PRTB)

O candidato Levy Fidelix, do PRTB, teve agenda livre nesta quinta-feira, ocupando-se somente de gravações de vídeos para a campanha.

Márcio França (PSB)

O candidato do PSB, Márcio França, participou de conversa sobre arte e moradores de rua, na Bela Vista, onde falou sobre o seu projeto para retirar as pessoas das ruas e encaminhá-las a quartos de hotéis e pensão desocupados em razão da pandemia.

Segundo o candidato, muitas dessas pessoas que vivem nas ruas deixam de ir para albergues porque têm animais de estimação que não podem ficar com seus donos nos albergues. "O sonho deles é ter a chave de um quarto", afirmou.

França falou sobre projetos para moradores de rua

França falou sobre projetos para moradores de rua

Divulgação/Fernanda Luz

Márcio França disse que pretende abrir um edital na prefeitura para que hotéis e pousadas  aluguem os quartos para abrigar os moradores de rua. "Você tem que tirar essa sensação que ninguém está fazendo nada. Essa é a sensação hoje", completou.

Ela ainda garantiu que que a sua chapa não descumpre a palavra  e que vai terminar o mandato, caso seja eleito. "Aqui na nossa chapa nem eu sou deputado, nem o [Antonio] Neto [PDT]. Não vamos renunciar a nada", disse.

O candidato também foi sabatinado pela Vejinha e participou de live com contabilistas. Ele encerra a agenda pública com participação em live com grupo de mulheres "Melhor aos 50". 

Marina Helou (Rede)

A candidata a prefeita pela Rede Sustentabilidade, Marina Helou, participou da CPI de abuso sexual no ensino superior durante a manhã.

À tarde, Maria visitou uma feira em Perus, na zona norte, e teve reunião com o secretário da Justiça.

Joice terminou o dia com um bate-papo com a economista Lívia Carneiro.

Orlando falou de cultura

Orlando falou de cultura

Divulgação/Jennifer Glass

Orlando Silva (PCdoB)

O candidato do PCdoB, Orlando Silva, participou de encontro com ativistas da cultura e lançamento de manifesto na Bela Vista.

Com presença de artistas de diversas linguagens, de ativistas e de Manuel Rangel, cineasta e ex-presidente da Ancine, Orlando celebrou o Dia Nacional da Cultura e falou dos desafios do setor.

“A arte é um direito. É preciso pensar mecanismos para ampliar o fomento a arte na cidade. A SPCine tem um papel ainda maior com os ataques e tentativas de esvaziamento da Ancine. A arte mais do que nunca tem o papel de transformação e de atitude”, afirmou.

O plano de governo de Orlando Silva e da enfermeira Andrea Barcelos prevê que o investimento no setor seja crescente e atinja o patamar mínimo de 1,5%. Além de ampliar os recursos, os candidatos pretendem utilizá-los da forma mais eficiente e transparente possível.

Orlando Silva também dialogou com trabalhadores dos Correios na Vila Guilherme. O candidato ouviu as questões da categoria, que enfrenta ataques aos seus direitos trabalhistas, e apresentou suas propostas para emprego e renda.

Vera Lúcia (PSTU)

A candidata do PSTU, Vera Lúcia, foientrevistada na Rádio Corneta. À tarde, a política teve gravação de vídeos para a campanha e terminou o seu dia em uma live com o ator, humorista, autor e escritor Pedro Cardoso.

Vera Lúcia participou de live com o ator, escritor e humorista Pedro Cardoso

Vera Lúcia participou de live com o ator, escritor e humorista Pedro Cardoso

Divulgação/Tácito Yuri Dutra Chimato

Durante o encontro virtual, Vera Lúcia destacou que a quantidade de candidaturas majoritárias do PSTU (61%) são políticos negros e negras.

"O PSTU apresentou candidaturas negras, operárias e socialistas em todo o país, com um programa que responde às necessidades mais sentidas pelos trabalhadores e pelo povo pobre. As mudanças necessárias em nossas cidades e no país só acontecerão com o povo na rua, mobilizado e organizado", declarou a candidata.

*O R7 divulga diariamente as notícias sobre o dia de campanha dos postulantes ao cargo de prefeito da capital paulista. O espaço no portal está aberto a todos os candidatos.

Veja o currículo dos candidatos à Prefeitura de SP:

Últimas