Eleições 2020 Eleições 2020: Bruno Covas (PSDB) é reeleito prefeito de São Paulo

Eleições 2020: Bruno Covas (PSDB) é reeleito prefeito de São Paulo

Com 100% das urnas apuradas, Covas tem 59,38% dos votos válidos, enquanto Guilherme Boulos (PSol) registra 40,62% dos votos 

Bruno Covas (PSDB)

Bruno Covas (PSDB)

MISTER SHADOW / ASI / ESTADÃO CONTEÚDO - 29.11

O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi reeleito para o cargo no segundo turno das Eleições Municipais 2020, neste domingo (29). Com 100% das urnas apuradas, Covas teve 59,38% (3.169.121) dos votos válidos de acordo com apuração do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). 

Veja também: Covas: quem é o segundo prefeito a conquistar a reeleição em São Paulo

O concorrente, Guilherme Boulos (PSol), teve 40,62% (2.168.109) dos votos. 

Foram contabilizados 4,4% (273.216) de votos brancos e 9,76% (607.062) de nulos.

Covas manteve a liderança na votação conquistada no primeiro turno, quando obteve 32,85% dos votos, contra 20,24% de Boulos.

Leia também: De vice de Doria a líder no 1º turno: veja a trajetória de Bruno Covas

Histórico

Bruno Covas nasceu em Santos, no litoral paulista, tem 40 anos, é divorciado e pai de Tomás, de 15 anos. Neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas, ele pertence a uma família que está na política há décadas.

Economista formado pela PUC e advogado pela USP, Covas já foi também deputado estadual e federal, secretário estadual de Meio Ambiente de São Paulo (2011-2014) e presidente da Juventude do PSDB.

Veja também: 'Vamos governar para todos', diz Covas em 1º discurso após reeleição

Desde outubro de 2019, Bruno Covas luta contra o câncer na cárdia, transição entre estômago e esôfago, com metástase no fígado. Ele já fez oito sessões de quimioterapia e agora dá continuidade ao tratamento por meio de imunoterapia.

O tucano é prefeito de São Paulo desde 2018. Eleito como vice-prefeito na chapa de João Doria, em 2016, Bruno Covas está à frente da maior cidade do país desde que Doria venceu as eleições para o governo do estado, há dois anos.

Eleições em SP - Veja a entrevista com Bruno Covas (PSDB):

Últimas