Eleições 2020 Eleições 2020: São Paulo tem recorde de abstenções no primeiro turno

Eleições 2020: São Paulo tem recorde de abstenções no primeiro turno

Em meio a pandemia de coronavírus, 29,29% do eleitorado paulistano não compareceu às urnas no último domingo (15). Confira os dados

Número de abstenções bate recorde na cidade de São Paulo

Número de abstenções bate recorde na cidade de São Paulo

LUCIANO CLAUDINO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

A cidade de São Paulo teve recorde de abstenções no primeiro turno das eleições. De acordo com levantamento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral),  29,29% dos eleitores não compareceram às urnas na último domingo (15) em meio a pandemia do novo coronavírus.

Leia mais: Abstenção cresce pouco com pandemia e TSE comemora

No total, 2.632.587 eleitores se abstiveram de cumprir suas funções eleitorais. Em 2016, a capital registrou 21,84% (1.940.782), que já havia sido considerado um dado expressivo. O número de votos brancos ficou em 5,87% (373.037 ) e nulos 10,11% (373.037).

Taxa de abstenção e votos brancos e nulos em São Paulo

Taxa de abstenção e votos brancos e nulos em São Paulo

Arte R7

O Brasil terminou o primeiro turno das eleições municipais com taxa de abstenção de 23%, índice pouco superior ao registrado no pleito presidencial de 2018 (20,3%).

Durante entrevista coletiva na noite deste domingo (15), o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, comemorou o resultado, abaixo dos 25% esperados.

Últimas