Eleições 2020 Emprego e saúde são destaques da campanha em SP nesta quarta (14)

Emprego e saúde são destaques da campanha em SP nesta quarta (14)

Candidatos à prefeitura paulistana falaram sobre propostas para estimular empregos, revitalizar o centro antigo e construir UBSs na capital paulista

  • Eleições 2020 | Cesar Sacheto, do R7

Bruno Covas e Orlando Silva destacaram sobre a geração de empregos em SP

Bruno Covas e Orlando Silva destacaram sobre a geração de empregos em SP

Montagem/R7

A geração de empregos, renda e a construção de equipamentos de saúde foram alguns dos temas em destaque dos candidatos que disputam a Prefeitura de São Paulo nas eleições municipais deste ano durante os compromissos públicos desta quarta-feira (14).

Leia também: MP Eleitoral de SP cobra ações para garantir voto de moradores de rua

A campanha eleitoral começou oficialmente no dia 27 de setembro e o R7 tem divulgado os compromissos de campanha de todos os 14 concorrentes à administração municipal paulistana. O critério definido para apresentação foi a ordem alfabética.

Andrea Matarazzo (PSD)

O candidato do PSD, Andrea Matarazzo, gravou programa de TV no período da manhã e participou de almoço com o grupo Millenium, formado por empresários, advogados, professores e profissionais liberais, em Moema, na zona sul da capital paulista.

À tarde, Andrea Matarazzo visitou o Parque do Povo, na Cidade Jardim, também na zona sul — que passou por um processo de revitalização —, e participou de um ciclo de debates do Secovi (Sindicato da Habitação) com concorrentes à Prefeitura de São Paulo.

No encontro, o político disse que pretende criar novos parques na cidade. "Este é um modelo daquilo que dá para fazer quando você tem ideias boas e parceiros bons. Como este parque, vamos fazer vários outros pela cidade", declarou o candidato.

Antonio Carlos Silva (PCO)

O candidato do PCO, Antonio Carlos Silva, fez panfletagem a partir das 11h no terminal Santa Cruz, na zona sul. Na sequência, gravou vídeos de campanha. À tarde, teve reunião com a coordenação de campanha.

Arthur do Val (Patriota)

O candidato a prefeito pelo Patriota, Arthur do Val Mamãe Falei, visitou o bairro de São Miguel Paulista, na zona leste, em ato concentrado na Praça do Forró.

O político comemorou uma vitória em decisão judicial que indeferiu ação impetrada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) por um vídeo em ue Arthur do Val critica o excesso de multas aplicadas por radares na cidade.

Leia também: Propaganda eleitoral na TV recorre a Bolsonaro, Covas, Lula e Moro

"Por mais que o Bruno Covas tenha tentado me calar, eu posso sim dizer que ele está tomando nosso dinheiro com os radares escondidos para fazer obras eleitoreiras", declarou Arthur do Val Mamãe Falei sobre o despacho do juiz Guilherme Silva e Souza, da 2ª Zona Eleitoral de São Paulo.

Bruno Covas (PSDB)

O candidato do PSDB à reeleição, Bruno Covas, reservou a manhã para acompanhamento de rotina do tratamento contra o câncer. À tarde, ele participou de um almoço com empresários da Regus Spaces e falou sobre a retomada econômica da cidade no pós-pandemia. 

Bruno Covas ressaltou que a aproximação com o empresariado é fundamental para que a cidade volte a gerar empregos e renda. "Quem mais conhece os negócios são os próprios empresários de cada setor. Temos de ouvi-los. Quanto mais diálogo, mais fácil adotar políticas efetivas", declarou o candidato.

A possibilidade de adotar incentivos para aquecer a economia também foi
debatida. Para Covas, com o cenário agora um pouco mais tranquilo, é possível
discutir a legislação tributária municipal, com investimentos em especial nas
áreas mais carentes.

Celso Russomanno (Republicanos)

O candidato do Republicanos, Celso Russomanno, esteve na Associação Bunkyou, no centro da cidade. Depois, se encontrou com representantes do Sindicato dos Taxistas, na Vila Clementino, zona sul paulistana. O político ainda participou de um almoço na região do Brás e foi o entrevistado pelo SBT.

Filipe Sabará (Novo)

O candidato do Novo, Filipe Sabará, não divulgou agenda do dia.

Guilherme Boulos (PSOL)

O candidato do PSOL, Guilherme Boulos, iniciou a agenda pública em uma reunião com transportadores escolares, na região central. Depois, fez panfletagem na rua 7 de Abril, onde prometeu criar um programa para revitalizar o centro antigo da capital.

Boulos esteve no centro antigo de SP

Boulos esteve no centro antigo de SP

Divulgação

"O centro antigo está abandonado. largado. O que vamos trazer é mais equipamentos, mais investimentos. Vamos trazer gente, diversidade para o centro. Par que essa seja uma região onde as pessoas não tenham medo de andar. Que seja uma região resgatada da cidade para cultura, lazer", declarou Boulos. 

O candidato também afirmou que, se for eleito, pretende despachar com regularidade durante a semana nos gabinetes das subprefeituras da cidade para atender os problemas de cada região.

Jilmar Tatto (PT)

O candidato do PT, Jilmar Tatto, teve um encontro com educadores no Lajeado e fez caminhada pelo comércio de Guaianases, na zona leste da cidade. Ambos os compromissos ocorreram no período da manhã. 

À tarde, Tatto participou de uma live sabatina do Sindicato dos Educadores da Infância de São Paulo. Depois, fez panfletaço em frente a TV Gazeta, onde seria entrevistado.

Joice Hasselmann (PSL)

A candidata do PSL à prefeitura, Joice Hasselmann, não teve agenda de campanha nesta quarta-feira.

Levy Fidelix (PRTB)

O candidato do PRTB, Levy Fidelix, esteve no viaduto João Julião da Costa Aguiar, que liga o corredor formado pelas avenidsa 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães com a avenida Washington Luis, em Moema, zona sul de São Paulo, onde fez uma abordagem sobre as pessoas em situação de rua na cidade.

No local, Levy Fidelix conversou com alguns líderes comunitários e procurou deixar clara uma postura humanitária ao anunciar a intenção de ampliar o número de vagas em albergues, mesmo que temporariamente.

O candidato também pretende determinar que o serviço social municipal conduza o maior número de pessoas aos albergues públicos, além de fazer uma triagem para identificar as pessoas que tenham condições imediatas de retornar ao trabalho.

Após cumpridas essas etapas, Levy Fidelix quer oferecer tratamento às pessoas que necessitem de suporte (médico ou psicológico) e encaminhar as demais para frentes de treinamento e capacitação profissional.

Márcio França (PSB)

O candidato do PSB, Márcio França, visitou a UBS (Unidade Básica de Saúde) Elisa Maria, na zona norte da cidade. Na sequência, circulou pelo comércio da região com o vereador Eliseu Gabriel.

Márcio França criticou a demora da atual gestão para reformar a UBS, atingida por um incêndio há oito meses. Desde então, os moradores tem sido atendidos em um local improvisado e sem acessibilidade, disse o candidato.

"Hoje tem consulta aqui, as pessoas se esforçam, os funcionários estão trabalhando bastante. Mas o problema é o seguinte: tem uma escada aqui. Para muita gente que tem deficiência, tem idade, está difícil", ponderou.

Para o candidato, o caso dessa USB deveria ter sido encarado como  emergência pela gestão municipal. Ele reforça que uma nova unidade poderia ser construída de maneira mais rápida, em até 60 dias, com  material pré-moldado.

Ao longo do dia, Márcio França participou de uma sequência de entrevistas: TV Estadão, My News e canal do YouTube Flow Podcast.

Marina Helou (Rede)

A candidata da Rede Sustentabilidade, Marina Helou, gravou entrevista com o Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo sobre propostas para cultura.

Depois, a candidata fez panfletaço no Parque Vila Lobos, na zona oeste da cidade, além de participar de uma live para o Insper sobre projeto de Políticas Públicas.

Orlando Silva (PCdoB)

O candidato do PCdoB, Orlando Silva, conversou sobre emprego e saúde com trabalhadores da construção civil em Canteiro de Obras no Butantã, na manhã desta quarta-feira (14).

Com foco na luta antirracista e em emprego e renda, o programa de governo do Orlando e da Enfermeira Andrea Barcelos prevê ações de retomada social e econômica em 2021.

Orlando Silva apresentou propostas de emprego na periferia de SP

Orlando Silva apresentou propostas de emprego na periferia de SP

Divulgação

“Eu sempre digo: se tivermos emprego e saúde conseguimos correr atrás do restante. São Paulo tem que retomar obra pra criar emprego direto e indireto e melhorar nossa infraestrutura urbana. Vamos ter que fazer um mutirão muito grande da saúde a partir de janeiro. Viramos todo o sistema de saúde para dar conta da pandemia. Quantas cirurgias eletivas foram canceladas? Quantos exames? Emprego e saúde serão desafios",  declarou o candidato.

Depois, Orlando Silva visitou a sede do  Grupo Cupuaçu e caminhou pelo Morro do Querosene. Fundado há 40 anos por Tião Carvalho, o grupo é um importante ator na defesa da cultura de matriz africana e maranhense.

O terceiro compromisso do dia foi uma visita à dona Maria, considerad uma liderança do Rio Pequeno, comunidade localizada no Butantã. Como deputado, Orlando Silva apoiou a  regularização de 100 moradias no local.

Vera Lúcia (PSTU)

A candidata do PSTU, Vera Lúcia, participou da gravação de um programa de rádio comunitária no Jardim Ângela, zona sul da cidade. 

Vera Lúcia quer comitês populares no controle da cidade

Vera Lúcia quer comitês populares no controle da cidade

Divulgação

No encontro, a política defendeu que a cidade deve ser controlada por comitês ou conselhos populares organizados nos bairros, na periferia, em locais de trabalho, na educação e na saúde.

"Que sejam a classe trabalhadora e o povo pobre que decidam sobre o que fazer com 100% do dinheiro do orçamento público e fiscalizem sua aplicação. A Câmara deve se submeter aos comitês populares. Todo político deve ter mandato revogável e nenhum deveria ganhar mais do que um operário ou uma professora", declarou Vera Lúcia.

*O R7 divulga diariamente as notícias sobre o dia de campanha dos postulantes ao cargo de prefeito da capital paulista. O espaço no portal está aberto a todos os candidatos.

Últimas