Eleições 2020 Governo autoriza utilização das Forças Armadas nas eleições de 2020

Governo autoriza utilização das Forças Armadas nas eleições de 2020

Ministério da Defesa atendeu ao decreto publicado no último dia 20 por Bolsonaro, para liberar uso de militares como forma de garantir ordem 

Militares estão autorizados a atuar nas eleições

Militares estão autorizados a atuar nas eleições

Jarbas Oliveira / Folhapress / 24.02.2020

O Ministério da Defesa aprovou, nesta quarta-feira (4), a utilização das Forças Armadas nas eleições municipais de 2020. A medida foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) e atende ao pedido de liberação do uso dos militares no pleito eleitoral deste ano, feito por Bolsonaro no último dia 20 de outubro.

Segundo o texto, assinado pelo ministro Fernando Azevedo e Silva, a utilização dos efetivos militares visa garantir a votação e apuração das eleições municipais, nas localidades e municípios que forem solicitados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Participam da operação os comandos operacionais da Amazônia, do Norte, do Nordeste, do Oeste, do Planalto, do Leste, do Sudeste e do Sul. As localidades específicas e os períodos a serem trabalhados serão definidos conforme o pedido feito pelo município em determinado Tribunal Superior.

Ainda em outubro, sete Estados pediram ao TSE o envio de tropas federais para garantir a segurança do primeiro turno das eleições. O tribunal aprovou o pedido e os soldados das Forças Armadas serão enviados para localidades do Amazonas, Pará, Maranhão, de Mato Grosso do Sul e do Rio Grande do Norte, Acre e Tocantins.

Os pedidos de envio de forças foram feitos pelos tribunais regionais eleitorais (TREs) para garantir a normalidade da eleição. As 345 localidades que vão receber as tropas têm histórico de conflitos durante as eleições e baixo efetivo de policiais militares.

Últimas