Eleições 2020 Investida de Guilherme Boulos pelo voto útil incomoda PT-SP

Investida de Guilherme Boulos pelo voto útil incomoda PT-SP

Candidato teria procurado presidente nacional e estadual do PT para pedir que Jilmar Tatto declare apoio a ele ainda no primeiro turno

Agência Estado
Votos em Guilherme Boulos incomodam PT

Votos em Guilherme Boulos incomodam PT

Sebastião Moreira/EFE - 20.09.2020

A investida de Guilherme Boulos (PSOL) pelo voto útil dos eleitores de Jilmar Tatto na reta final da disputa pela Prefeitura de São Paulo incomoda o PT da capital e ameaça o apoio do partido ao líder do MTST em um eventual segundo turno contra Bruno Covas (PSDB).

Leia mais: Eleições 2020: candidatos indígenas aumentam 29% em relação a 2016

Segundo fontes petistas, Boulos procurou a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e o presidente estadual do partido em São Paulo, Luiz Marinho, para pedir que Tatto declare apoio a ele ainda no primeiro turno.

Em jantar nesta terça (9), em São Paulo, Gleisi teria falado sobre o assunto com Tatto e Marinho, que negaram a possibilidade de apoio a Boulos no primeiro turno. Antes, Gleisi conversou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se mostrou simpático ao pleito de Boulos, mas disse que a decisão cabe a Tatto - ele negou que vá abrir mão da candidatura, e Gleisi disse em suas redes sociais que a campanha em São Paulo continua de pé.

Veja ainda: Eleições 2020: Maioria dos candidatos não tem ensino superior

O PT de São Paulo viu uma tentativa de tirar Tatto da disputa "por cima", com apoio de Lula e Gleisi, sem dialogar com as instâncias municipais. Para o coordenador de comunicação da campanha de Tatto José Américo Dias, "Boulos deveria buscar o voto dos indecisos em vez dos petistas".

Últimas