Eleições 2020 Minas Gerais tem 58 candidatos detidos durante dia de votação

Minas Gerais tem 58 candidatos detidos durante dia de votação

Forças de segurança registraram 440 ocorrências em todo Estado, neste domingo (15); "números aquém do esperado", disse o presidente do TRE

  • Eleições 2020 | Pablo Nascimento, do R7

Durante todo o dia de votação, neste domingo (15), 58 candidatos a prefeito e vereador foram presos ou detidos em Minas Gerais.

O balanço foi divulgado pelo TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral), nesta noite, aproximadamente duas horas após o fechamento das seções de voto.

"Santinhos" foram espalhados por escolas

"Santinhos" foram espalhados por escolas

Natalia Jael/ Record TV Minas

De acordo com o desembargador Alexandre Victor de Carvalho, presidente do TRE-MG, a maior parte das ocorrências policiais geradas ao longo do dia estão relacionadas aos crimes de boca de urna e transporte ilegal de eleitores.

— Esses números estão muito aquém dos que prevíamos. Estávamos preparados para mais ocorrências.

Ao todo, as forças de segurança do Estado, incluindo polícias e bombeiros, registraram 440 ocorrênciais. Destas, 267 são de boca de urna e 358 são de pessoas presas ou conduzidas para prestar esclarecimentos.

Minas Gerais tem 15.692.491 pessoas. Para a votação, o TRE mineiro recebeu mais de 44 mil urnas. Segundo o órgão, 510 delas precisaram ser substituídas, sendo 99 em Belo Horizonte. Em nenhuma seção foi necessário usar cédulas de papel.

E-título

Durante a coletiva, o desembargador Alexandre Victor de Carvalho ainda comentou sobre a dificuldade que eleitores de todo o Brasil enfrentaram para justificar pelo aplicativo e-título.

O presidente do TRE-MG lembrou que os eleitores ainda terão 60 dias para apresentarem a justificava pelo sistema “Justifica”, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), pagando uma taxa de aproximadamente R$ 3,51.

— Se estava multa vai ou não ser anistiada é a questão que o TSE vai discutir, dependendo pode anistiar e nem cobrar em face do problema.

Últimas