Eleições 2020 País registra 197 crimes eleitorais, diz Ministério da Justiça

País registra 197 crimes eleitorais, diz Ministério da Justiça

Do total, 94 casos estão ligados à desobediência de ordens da Justiça Eleitoral e 52 à boca de urna, segundo boletim da Operação Eleições 2020

Eleitores chegam cedo para votar no segundo turno

Eleitores chegam cedo para votar no segundo turno

ERBS JR./FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou na tarde deste domingo (29) que o país registra 197 ocorrências de crimes eleitorais no segundo turno das eleições municipais deste domingo (29). Do total, 94 casos estão ligados à desobediência de ordens da Justiça Eleitoral e 52 à boca de urna.

As informações constam no boletim da Operação Eleições 2020, divulgado às 15h com o acumulado desde sábado (28). Uma nova atualização será divulgada pela pasta a partir de 17h.

Segundo o Ministério, também foram registradas ocorrências de: desordem que prejudique os trabalho eleitorais (35); compra de voto (8); concentração de eleitores (4); falsidade ideológica (1); propagação de fake news (1); transporte de eleitores (1); e impedimento ou embaraço ao exercício do voto (1).

Até o momento, 53 eleitores foram presos ou conduzidos pela polícia. A pasta não detalha os motivos. Também foram registrada 42 ocorrências envolvendo "indicações de desinformação sobre o processo eleitoral".

Crimes comuns relacionados às eleições somam apenas cinco ocorrências. Foram registrados ainda dez casos de incidentes de segurança pública nas proximidades de locais de votação, entre manifestações, bloqueios de vias, falta de energia e atendimentos de emergência. O total de ocorrências registradas pela operação é de 254 até o momento.

Últimas