Eleições 2022 Enel elabora plano para garantir energia nas eleições

Enel elabora plano para garantir energia nas eleições

Durante o pleito deste ano, em 2 e 30 de outubro, não haverá nenhum desligamento programado, informou a empresa

Empresa de SP elabora plano para garantir energia nas eleições

Empresa de SP elabora plano para garantir energia nas eleições

Edu Garcia/R7 - 08.03.2022

A Enel Distribuição São Paulo, concessionária de energia elétrica que atua em 24 municípios de São Paulo, elaborou um plano operativo voltado para o período de eleições. De acordo com a empresa, as ações têm como objetivo garantir o pleno fornecimento de energia elétrica durante o pleito, no primeiro e no segundo turno, marcados para 2 e 20 de outubro, respectivamente. Nessas datas, não haverá nenhum desligamento programado.

VEJA COBERTURA COMPLETA DAS ELEIÇÕES 2022 NA PÁGINA ESPECIAL DO R7

A companhia informou que manterá equipes de plantão em pontos estratégicos, próximos aos locais de votação, e disponibilizará um técnico na sede do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) para monitorar eventuais ocorrências e prestar suporte aos consumidores.

No total, serão cerca de 300 equipes, em torno de 900 profissionais, entre operadores de sistemas e subestações, eletricistas, técnicos e engenheiros. Além disso, um profissional será alocado no Centro de Operações Integradas de São Paulo, responsável pelo monitoramento da cidade.

Haverá votação em 3.299 endereços localizados nos 24 municípios da área de concessão da companhia. O município de São Paulo, por exemplo, terá 2.035 locais de votação, o que representa 61,69% dos pontos de votação atendidos pela Enel. A empresa informou, ainda, que a área de atendimento ao cliente funcionára 24 horas e que as solicitações dos consumidores continuarão sendo atendidas normalmente no período das eleições. 

"Elaboramos um plano de ação forte, consistente e integrado com a equipe do TER e a Secretaria de Segurança Pública por meio do COI-SP para atuarmos nestes dias e evitarmos qualquer transtorno para a população e o processo eleitoral", disse o responsável pela operação e manutenção da Enel, Vincenzo Ruotolo.

"Sabemos da importância de termos uma rede funcionando 100% e da necessidade de agilidade na resolução de eventuais ocorrências. Nossas equipes estarão de prontidão para atuar em caso de emergência", completou.

Últimas