Farmacêutica dos EUA diz que é cedo para conclusões sobre remédio contra covid-19

A farmacêutica americana Gilead, cujo medicamento desenvolvido para tratar covid-19 pode estar se mostrando promissor, afirmou que não se pode tirar conclusões de um subconjunto de dados do estudo. "Os relatórios anedóticos, apesar de encorajadores, não fornecem o poder estatístico necessário para determinar o perfil de segurança e eficácia do remédio como tratamento para a covid-19", disse um porta-voz da empresa. De 125 pacientes com coronavírus recrutados pela Universidade de Chicago para os testes com a medicação, entre eles 113 considerados graves, a maioria recebeu alta, de acordo com uma reportagem do STAT News. Fonte: Dow Jones Newswires.