Hora 7 Ave mais perigosa do mundo persegue guardas florestais: 'Cena do Jurassic Park'

Ave mais perigosa do mundo persegue guardas florestais: 'Cena do Jurassic Park'

O casuar é parente do avestruz e pode ser encontrado na Austrália. Garras afiadas e temperamento explosivo o tornam um risco

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Guardas florestais guiavam quadriciclos nos arredores da Península do Cabo York, na Austrália.
  • Quando se viram obrigados a pisar fundo nos aceleradores devido a um casuar.
  • A ave é considerada a mais perigosa do mundo por especialistas.
  • Isso devido ao temperamento explosivo, além de bico e garras altamente afiados.
Ave mais perigosa do mundo persegue quadriciclos guiados por guardas na Austrália

Ave mais perigosa do mundo persegue quadriciclos guiados por guardas na Austrália

Montagem/R7, com Reprodução/Vídeo/Daily Mail e Reprodução/CCBY/Dezidor — 18/8/2007

Guardas-florestais guiavam quadriciclos nos arredores da Península do Cabo York, na Austrália, quando se viram obrigados a pisar fundo no acelerador. Tudo porque acabaram perseguidos por um casuar, ave considerada a mais perigosa do mundo.

O momento, de tirar o fôlego, foi captado em vídeo, em que vemos o animal a pouquíssimos metros de um dos veículos. Assista abaixo:

Em entrevista ao site de notícias Australian Rural & Regional News, Clayton Enoch, um dos guardas perseguidos, contou que o companheiro Cameron Wilson o alertou sobre a proximidade da ave. A dupla rapidamente montou nos quadriciclos e partiu.

Foi uma fuga quase cinematográfica, segundo Enoch: "[O casuar] voava ao meu lado e soltou um barulho parecido com o de um pterodáctilo", descreveu.

"Trabalho com vida selvagem há anos e nunca vi nada assim", acrescentou.

Vale o clique: Youtuber visita a Zona da Morte, uma região dos EUA onde nenhum crime grave pode ser punido

Sophie Hal, coordenadora da área, comparou a ocorrência a uma cena do filme Jurassic Park (1993), em referência à franquia sobre o parque temático onde vivem dinossauros.

Felizmente, ninguém saiu ferido após o corre-corre. "Para ser honesto, acho que tivemos muita sorte de estarmos em um veículo com barras", finalizou Enoch.

O perigo dos casuares reside no temperamento explosivo da espécie e nos mecanismos de ataque e defesa que possuem, como bicos e garras altamente afiados.

Já o homem a seguir ficou cara a cara com um casuar em uma praia. Confira!

Últimas