Hora 7 Castelo inflável é carregado por ventania e quase atropela criança

Castelo inflável é carregado por ventania e quase atropela criança

Brinquedo alugado para festa de aniversário se soltou do solo e por pouco não feriu garotinho de 5 anos, no jardim de casa nos EUA

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Um castelo inflável quase acertou uma criança, depois de ter sido carregado pelo vento.

  • O incidente foi registrado durante uma festa de aniversário, em uma casa nos EUA.

  • Felizmente, o garotinho escapou do incidente apenas com pequenos arranhões.

  • Ele pediu à mãe que não traga mais esse tipo de atração para o lar da família.

Castelo inflável foi carregado por ventania e quase atropelou criança nos EUA

Castelo inflável foi carregado por ventania e quase atropelou criança nos EUA

Montagem/R7, com Facebook/Jennifer Beane

O castelo inflável acima quase acertou um garotinho de 5 anos, depois de ter sido carregado por uma forte ventania. O incidente foi registrado durante a festa de aniversário do irmão mais novo do menino, que aconteu no jardim da casa onde vivem, em Hickory, na Carolina do Norte (EUA).

Em postagem no Facebook, Jennifer Beane, a mãe das crianças, revelou ter hesitado em compartilhar a ocorrência. No entanto, achou que seria útil, para outros pais ficarem atentos. Assista abaixo:  

Felizmente, Michael, como o garotinho é chamado, escapou do castelo voador apenas com pequenos arranhões nas costas e na cabeça.

"Ele ouviu a alça do pula-pula quebrar, então saiu para para ver o que era", escreveu Jennifer em um trecho da publicação.

"Tínhamos acabado de entrar, Cooper [o filho mais velho da família] viu [o castelo] no ar, gritou para nós, e saímos. Graças ao bom Deus, todos estavam seguros", comemorou.

Vale o clique: Mulher de 1,90 m começa a vender meias-calças usadas e fatura R$ 330 mil em um ano

Em entrevista ao canal WSOC-TV, a mãe das crianças contou que a empresa resposável pela instalação do brinquedo recomendou não utilizar a atração caso os ventos atingissem velocidade superior a 32 km/h. 

Mas ela jamais imaginou que o pula-pula se soltaria do chão e voaria na direção de alguém. "Apenas preste atenção no vento, porque, embora achássemos que estaria tudo bem, em um piscar de olhos poderia ter ocorrido algum dano", recomendou.

Já o garotinho disse à mãe para não trazer mais castelos infláveis para casa.

Já um pula-pula inflável voou até rodovia com uma criança de 9 anos dentro. Confira!

Últimas