Hora 7 Castrar os hipopótamos de Pablo Escobar é 'apavorante', diz bióloga

Castrar os hipopótamos de Pablo Escobar é 'apavorante', diz bióloga

Governo colombiano começou a esterilizar 24 dos 80 hipopótamos que vivem no país como uma espécie invasora

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • O governo colombiano finalmente começou a lidar com os hipopótamos no país
  • A 'espécie invasora' foi levada para a região pelo traficante Pablo Escobar
  • Sem predadores e com comida farta, eles se reproduzem sem controle
  • Um plano de esterilização começou a ser efetivado e se mostrou assustador
Operar um gigante como esse realmente parece ser o pior dos desafios

Operar um gigante como esse realmente parece ser o pior dos desafios

Reprodução / Twitter

Após anos de inação, as autoridades da Colômbia resolveram que era hora de lidar com uma ameaça gigante: os hipopótamos levados para lá pelo traficante Pablo Escobar. Uma série de planos foi levado em conta, mas o governo do país decidiu que o melhor a fazer era esterilizar os animais.

Os testes de campos começaram na sexta-feira (15), tendo como alvo 24 dos 80 hipopótamos, que vivem livres como uma espécie invasora, no noroeste do país.

É de se imaginar que um grupo de cientistas apoiados pelo Estado não teria problemas para lidar com pouco mais de duas dezenas de animais, certo?!

Errado! Os primeiros depoimentos dos responsáveis pelo programa de esterilização demonstram que enfrentar hipopótamos pode ser algo próximo de uma história de horror.

“É a primeira vez que trabalhei com um hipopótamo, fiquei apavorada — são animais muito maiores do que estamos acostumados a lidar na Colômbia. São enormes e territoriais, então tudo é complicado e apavorante quando eles estão envolvidos"

Gina Paola Serna, bióloga e veterinária

A frase acima é de Gina, uma das responsáveis por caçar os hipopótamos, que foi entrevistada pelo jornal britânico Guardian.

O depoimento assombroso está exatamente dentro do que era esperado pelas autoridades, ao enfrentar um animal tão assustador.

Na Colômbia, os hipopótamos encontraram um paraíso. Rios cheios, com bastante vegetação para comer, nenhuma preocupação com a segurança dos filhotes.

O Guardian ressalta ainda que os fazendeiros também gostam da presença dele, cobrando de turistas que desejam ver os hipopótamos um pouco mais de perto.

Castração difícil

Castrar um hipopótamo é algo bem complicado e os especialistas recorrem à cirurgia em alguns dos animais e dardos anticoncepcionais em outros. Os dois métodos são complicados e caros.

Para operar um exemplar da espécie, é necessário esperar que ele saia da água, o que só acontece no período noturno, e depois anestesiá-lo.

Como os órgãos reprodutivos do animal são internos, a cirurgia é mais invasiva e demorada.

Já a castraçãoo química exige o medicamento GonaCon, que é importado, mas ao menos é efetivo em machos e fêmeas.

De acordo com o Guardian, cada castração custa cerca de R$ 39.000 (US$ 7.000), e uma equipe inteira para cada procedimento.

NÃO PERCA: Humphrey, o hipopótamo 'gigante e gentil' que matou o próprio dono

O possível sucesso da campanha deve evitar o que os ambientalistas chamaram de "desastre ambiental iminente", uma vez que a região abriga a maior população de hipopótamos fora da África.

Anteriormente, cientistas do país haviam clamado por uma campanha que abatesse os animais, o que foi alvo de protesto de grupos de defensores dos direitos dos animais. Relembre o episódio abaixo!

Últimas