Hora 7 Cidade usa verba da pandemia para erguer estátua de lula-gigante

Cidade usa verba da pandemia para erguer estátua de lula-gigante

Prefeitura de Noto, no Japão, destinou o equivalente a R$ 1,2 milhão na construção do molusco com 12 m de comprimento

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia

  • Cidade japonesa gastou o equivalente a R$ 1,2 milhão em uma estátua de lula-gigante
  • O dinheiro foi retirado de subsídios recebidos do governo japonês para o combate à pandemia.
  • As autoridades esperam que o molusco com 12 m de comprimento atraía turistas ao local.
  • No entanto, diante de um novo pico de casos no país, a medida gerou controvérsias.
Cidade japonesa usou verba de combate à pandemia na construção da estátua acima

Cidade japonesa usou verba de combate à pandemia na construção da estátua acima

Reprodução/YouTube/ TheTonarinopoti

A cidade de Noto, na costa oeste do Japão, gastou o equivalente a R$ 1,2 milhão em uma estátua de lula-gigante. O dinheiro foi retirado de um fundo usado no combate à pandemia, o que tem gerado diversas críticas à administração local.

O enorme e polêmico molusco possui 13 m de comprimento, 9 m de largura e 4 m de altura.

Segundo o Yahoo Japão, Noto recebeu 800 milhões de ienes (cerca de R$ 3,9 bilhões) por meio de subsídios do governo japonês, para controlar o impacto causado pela disseminação do novo coronavírus.

A verba não deveria ser usada apenas nos esforços diretos contra a covid-19, mas também na recuperação econômica da cidade pesqueira.

Sendo assim, o cefalópode gigante é justificado como um incetivo ao turismo local, que sofreu um duro golpe com a pandemia.

Vale o clique: Mulher tenta homenagear cidade, mas tatua coordenadas de oceano

Apesar do país asiático ter declarado estado de emergência em abril, as autoridades de Noto afirmam que as taxas de infecção na cidade se mantêm baixas.

Mesmo assim, uma estátua de lula parece não atender as expectativas dos constribuintes japoneses, em momento no qual diversas comunidades próximas registraram novos picos da doença.

Em abril, o Japão declarou novo estado de emergência. Até o momento, o país registra 610 mil casos positivos para o coronavírus e 10.391 mortes.

Já em outra cidade, um monumento com peixes duvidosos foi abaixo após indignação online. Confira abaixo!

Últimas