Advérbios – Definição, principais tipos, características e exemplos

Os advérbios são termos que possuem a função de modificar verbos, adjetivos e outros advérbios, sendo divididos em diferentes classificações.

Na língua portuguesa existem diversos termos que expressam características e funções diferentes. Dentre eles estão os advérbios, classificados como sendo um modificador das palavras. Assim, possui a função de modificar tanto um verbo, um adjetivo e, até mesmo, outro advérbio.

Por conta disso, pode ser usado em diferentes circunstâncias, como exemplo para se referir a tempo, lugar, modo, intensidade, condição e etc. É comum que um advérbio venha precedido por vírgula em uma frase. Isso porque, são palavras que expressam destaque quando utilizadas.

Classificação dos Advérbios

Os advérbios podem modificar uma diversidade de classes de palavras. Assim, exercem a função de posição ou modo como o falante vê determinada situação. Além disso, são palavras que se flexionam nos grais comparativos e superlativos, além de se dividirem em sete tipos diferentes.

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Conhecimento Científico
Certamente, advérbio de afirmação. Fonte: Como Escreve

Dentre eles, temos:

Advérbio de modo – assim, bem, debalde, depressa, devagar, mal, melhor, pior e quase todos terminados em –mente: fielmente, levemente, etc; Advérbio de intensidade – bastante, bem, demais, mais, menos, pouco, muito, quanto, quão, quase, tanto, tão, etc; Advérbio de lugar – abaixo, acima, adiante, aí, além, ali, aquém, aqui, atrás, através, cá, defronte, dentro, detrás, fora, junto, lá, longe, onde, perto, etc; Advérbio de tempo – agora, ainda, amanhã, anteontem, antes, breve, cedo, depois, então, hoje, já, jamais, logo, nunca, ontem, outrora, sempre, tarde, etc; Advérbio de negação – não; Advérbio de afirmação – sim, certamente, efetivamente, realmente, etc; Advérbio de dúvida – acaso, porventura, possivelmente, provavelmente, quiçá, talvez, etc.

A classificação dos advérbios leva em consideração os valores léxicos, semânticos e os critérios de função das palavras. Ou seja, podem ser utilizados para modificar verbos, substantivos e outros advérbios quando estes estiverem ligados ao tempo, lugar modo e etc.

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Conhecimento Científico
Ainda, advérbio de tempo. Fonte: Letra e Literaturas

Além disso, podem ser utilizados, também, quando a intenção for demonstrar algo, como aqui, aí, então, agora e etc. Além disso, quando as palavras tiverem valor relativo (onde, como, quando, etc) e interrogativo (quando?, onde?, como?).

Viagem ou viajem – Significados, diferenças de uso e exemplos

×

Advérbios interrogativos e relativos

Os advérbios de modo, lugar, causa e tempo são utilizados em frases de interrogação direta e indiretas. Por conta disso, também recebem a denominação de advérbio interrogativo. Assim, observe alguns exemplos:

Por que não vieste à festa? Não sei por que não vieste à festa (exemplo de advérbio de causa); Onde está o carro? Ignoro onde está o carro. (exemplo de advérbio de lugar); Como vai a atividade física? Me diz como vai a atividade física. (exemplo de advérbio de modo); Quando você volta pra casa? Quero saber quando você volta pra casa. (exemplo de advérbio de tempo).

Recebe o nome de advérbio relativo aquelas palavras que apresentam o termo onde. Isso porque, o termo vem acompanhado de um verbo e, por isso, se torna um adjunto adverbial, ou seja, o lugar em que, no qual.

Locução adverbial

Em síntese, quando uma preposição se junta à um substantivo ou um adjetivo temos o que chamamos de locução adverbial. Ou seja, é a junção de duas ou mais palavras que funcionam como um advérbio. Dessa forma, as locuções adverbias podem ser classificadas de seis formas diferentes.

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Conhecimento Científico
Tipos de locuções adverbias. Fonte: Estudo Kids

Logo, veja:

De afirmação (ou DÚVIDA): com certeza, por certo, sem dúvida. De intensidade: de muito, de pouco, de todo, etc.; De lugar: à direita, à esquerda, à distância, ao lado, de dentro, de cima, de longe, de perto, em cima, para dentro, para onde, por ali, por aqui, por dentro, por fora, por onde, por perto, etc.; De modo: à toa, à vontade, ao contrário, ao léu, às avessas, às claras, às direitas, às pressas, com gosto, com amor, de bom grado, de cor, de má vontade, de regra, em geral, em silêncio, em vão, gota a gota, passo a passo, por acaso, etc.; De negação: de forma alguma, de modo nenhum, etc.; De tempo: à noite, à tarde, à tardinha, de dia, de manhã, de noite, de quando em quando, de vez em quando, de tempos em tempos, em breve, pela manhã, etc.

Flexão dos Advérbios

Em síntese, os advérbios não sofrem variação linguística em relação à número (singular e plural) e nem em relação à gênero (feminino e masculino). Entretanto, quando se trata dos grais comparativos e superlativos, os advérbios sofrem algumas mudanças.

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Advérbios - Definição, principais tipos, características e exemplos

Conhecimento Científico
Os advérbios podem ser flexionados nos graus comparativo e superlativo. Fonte: Curso Enem Grau comparativo

Aqui, o advérbio vai modificar as relações quando a frase se referir à igualdade, inferioridade ou superioridade. Este último pode, ainda, ser dividido em análise e sintético. Assim, observe os exemplos:

Igualdade: formado por “tão + advérbio + quanto” (como), por exemplo: Mariana é tão baixo quanto Marcela. Inferioridade: formado por “menos + advérbio + que” (do que), por exemplo: Sílvia é menos tímida que Alex. Superioridade: (analítico) – formado por “mais + advérbio + que” (do que), por exemplo: Claudia é mais legal que Luzia. (sintético) –  formado por “melhor ou pior que” (do que), por exemplo: Amanda tirou nota melhor que Bruno no teste. Grau superlativo

Em relação ao grau superlativo, os advérbios podem se dividir em analítico ou sintético. Ou seja, quando classificado como analítico significa que o advérbio está acompanhando outro advérbio. Já no caso sintético, a frase é formado por sufixos. Assim, observe os exemplos:

Laura fala muito baixo. (analítico) Laura fala baixíssimo. (sufixo)

O que achou da matéria? Se gosta de dicas de português, já corre pra conferir o que é Morfologia e qual a diferença entre Trás e Traz.

Fontes: Toda Matéria, Info Escola e Só Português 

Fonte imagem destaque: Só Escola

Essa matéria Advérbios – Definição, principais tipos, características e exemplos foi criada pelo site Conhecimento Científico.