Dentes – Classificação, características estruturais e definição de cárie

Os dentes são uma parte importante no processo de digestão. Na fase final do desenvolvimento dentário, o ser humano apresenta 32 dentes.

Você já parou pra pensar em como o dente é formado? Bom, os dentes são responsáveis por uma parte importante no processo de digestão. Afinal, são eles que trituram, cortam, e amassam a comida que ingerimos. Dessa forma, para que esse processo ocorra, os dentes apresentam partes específicas para desenvolver sua função.

Nesse sentido, a arcada dentária é formada por 32 dentes divididos em quatro tipos diferentes. Assim, cada ser humano possui quatro incisivos, dois caninos, quatro pré-molares e seis molares. Além disso, cade dente é formado pela raiz, coroa e colo.

Durante o processo de crescimento do ser humano os dentes são trocados. Isso porque, nascemos com dentes provisórios, conhecidos como dentes de leite. Em seguida, por volta dos sete anos de idade, os dentes começam a cair para serem substituídos por dentes permanentes. Entretanto, a formação final só se completa na fase adulta, quando os 32 dentes estão presentes e totalmente desenvolvidos.

Classificação dos dentes

A parte visível do dente é denominada coroa. De acordo com cada dente e a função que ele desempenha, a coroa pode apresentar formatos diferentes. Além disso, o dente possui a raiz, parte que não podemos ver. A raiz desenvolve o papel de fixar o dente e dar sustentação.

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Conhecimento Científico
Tipos de dentes da arcada dentária. Fonte: Portal do Sorriso

De acordo com a estrutura, o dente é formado por três partes principais. Assim, temos o esmalte, a dentina e a polpa. O esmalte do dente é classificado com um tecido. Dessa forma, é o tecido mais duro do corpo humano sendo constituído por hidroxiapatita. Além disso, é a parte do corpo onde há grande concentração de sais minerais.

Já a dentina é a parte localizada abaixo da esmalte. Nesse sentido, é mais frágil, sendo constituída por canalículos. Além disso, é uma estrutura que faz ligação com a polpa. Logo, a polpa do dente é a parte mais profunda de um dente. Assim, possui vasos sanguíneos e nervos. Por conta disso, quando uma cárie aparece a dor se torna intensa e incômoda.

O que aconteceria com seu corpo se você não tomasse refrigerante? × Os tipos

Após o desenvolvimento total o ser humano apresenta 32 dentes sendo 16 em cada arcada dentária.

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Conhecimento Científico
Um adulto normal tem 32 dentes, dos quais 12 são os molares, 8 pré-molares, 4 caninos e incisivos. Fonte: Nuepe

Assim, são divididos da seguinte forma:

Quatro incisivos – responsáveis por cortar os alimentos. Assim, estão localizados na parte frontal, sendo dois do lado esquerdo e dois do lado direito; Dois caninos – a principal função é cortar os alimentos. Logo, cada ser humano possui um de cada lado. São também chamados de “presas”; Quatro pré-molares – responsáveis pela trituração dos alimentos. Logo, o ser humano possui dois de cada lado; Seis molares – possuem a função de triturar os alimentos, sendo três de cada lado. O último molar, chamado de siso, pode ser removido ou, em alguns casos, pode não nascer.

É importante destacar o ser humano possui duas fazes de dentição. A primeira é classificada como “dentes de leite”. Ou seja, é a fase que se completa com cinco anos de idade. Neste casa, a arcada dentária é formada por vinte dentes, sendo oito incisivos, quatro caninos e oito molares.

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Conhecimento Científico
Arcada dentária de um ser humano adulto. Fonte: Nuepe

Em seguida, com sete anos de idade, a arcada provisória começa a ser trocada e termina de se desenvolver por volta dos vinte anos de idade. Nesta fase, o ser humano já apresenta os 32 dentes e a formação completa da dentição.

O que é Cárie Dental?

Cuidar da higienização dos dentes é muito importante. Quando não há a limpeza de forma correta a aparição de cáries pode ser comum. Assim, cáries são corrosões causadas pela fermentação de microrganismos após a alimentação. Ou seja, essa fermentação produz substâncias ácidas que, em contato com o dente, provocam a cárie.

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Dentes - Classificação, características estruturais e definição de cárie

Conhecimento Científico
Manter hábitos de higiene bucal desde cedo é importante para a prevenção de cáries e outros tipos de doenças. Fonte: Dr. Consulta

Nesse sentido, as cáries começam bem pequenas, apenas como um espaço microscópico na superfície do dente. Em seguida, esses pequenos espaços aumentam, dando lugar a buracos que podem ser vistos a olho nu. Portanto, para que a cárie seja evitada, a higienização dos dentes é imprescindível.

Algumas dicas para evitar esse incômodo são:

Mantenha os dentes limpos – escove os dentes logo após as refeições e ao deitar. Use fio dental – a escova de dente exerce a função de limpeza, mas o fio dental é necessário para completar o trabalho. Isso porque, no momento da escovação, alguns resídios podem ficar entre o dente. Faça visitas frequentes ao dentista – o profissional acompanhará como está a saúde do dente, além de aplicar tratamentos específicos para o dente.

O que achou da matéria? Legal, não é? Aproveita que já está aqui e confere o que é a Teoria da Evolução e o que são Neurônios.

Fontes: Só Biologia, Manual MSD, Colgate e Brasil Escola 

Fonte imagem destaque: Shutterstock

Essa matéria Dentes – Classificação, características estruturais e definição de cárie foi criada pelo site Conhecimento Científico.