Conhecimento Cientifico Encontros vocálicos – O que são, principais tipos e características

Encontros vocálicos – O que são, principais tipos e características

Chamados de encontros vocálicos, os agrupamentos de vogais e semivogais podem se dividem em três tipos: ditongo, tritongo e hiato. Essa matéria Encontros vocálicos – O que são, principais tipos e características foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Os encontros vocálicos são agrupamentos de vogais ou semivogais em uma mesma sílaba ou em sílabas diferentes. Ou seja, são a junção de vogais sem o intermédio de consoantes. Os encontros vocálicos são classificados, portanto, em três tipos: ditongo, tritongo e hiato.

Para entender melhor, entretanto, é necessário ter claro em mente o que são vogais, semivogais e consoantes.

Assim, em resumo, vogais são fonemas naturais que acontecem através da passagem do ar pelo aparelho fonador, sem obstruções ou obstáculos. Elas são a base da linguagem.

Semivogais, em contrapartida, acontecem a partir do encontro de duas vogais, em uma mesma sílaba, sendo que uma vogal assume o papel de dominante, com som mais intenso e a outra é a semivogal.

Assim, em um encontro vocálico, a vogal /a/ sempre será a dominante, e as vogais /i/ e /u/ sempre serão semivogais. Já as vogais /e/ e /o/ podem assumir o papel de vogais ou semivogais, dependendo da situação.

As consoantes, por sua vez, são os fonemas que, ao contrário das vogais, são produzidos por meio dos obstáculos do aparelho fonador. As consoantes precisam, dessa forma, dos lábios, da língua, dos dentes, do palato, etc, para serem produzidas.

Os tipos de encontros vocálicos

Encontros vocálicos: o que são? Quais tipos existem?

Encontros vocálicos: o que são? Quais tipos existem?

Conhecimento Científico
Estudar Fora

Existem três tipos de encontros vocálicos:

Ditongo

Acontece quando uma vogal e uma semivogal (V + SV), ou uma semivogal e uma vogal (SV + V) se encontram em uma mesma sílaba.

Por exemplo,

Boi Tranquilo Madeira Paulista

Sendo assim, os ditongos se dividem em categorias, dependendo da posição das vogais, bem como do tipo de som que produz. Assim, eles podem ser:

a) Crescente

Em síntese, é o encontro vocálico que ocorre quando a vogal aparece depois da semivogal. Por exemplo: pinguim, mágoa, pátria.

b) Decrescente

Ocorre quando a vogal antecede a semivogal. Exemplos: céu, vaidade, herói.

c) Oral

Acontece quando o ar sai apenas pela boca. Como por exemplo as palavras: pai, chapéu, série.

d) Nasal

É quando o ar passa pela boca e também pelo nariz. Bons exemplos seriam as palavra mãe, mão, põe.

Encontros vocálicos – Tritongo

De antemão, é o tipo de encontro vocálico no qual acontece o agrupamento de uma semivogal, uma vogal e uma semivogal (SV + V + SV), sempre nessa ordem. Nesse sentido, eles podem ser orais ou nasais:

Por exemplo,

Paraguai, averiguei, iguais (tritongos orais).

Quão, saguão (tritongos nasais).

Hiato

Encontros vocálicos: o que são? Quais tipos existem?

Encontros vocálicos: o que são? Quais tipos existem?

Conhecimento Científico
Daniel Costa

É o encontro de duas vogais (V + V) que ocorre em sílabas diferentes. Ou seja, quando ocorre a divisão silábica, o encontro vocálico se separa. Alguns exemplos são:

Sa-í-da

Po-e-si-a

Ra-iz

Gostou dessa matéria? Então, leia também sobre Conotação e Denotação.

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola, Só Português.

Imagens: Toda Matéria, Estudar Fora, Daniel Costa.

Essa matéria Encontros vocálicos – O que são, principais tipos e características foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas