Conhecimento Cientifico Eu lírico, o que é? Como identificar e diferenças entre narrador e poeta

Eu lírico, o que é? Como identificar e diferenças entre narrador e poeta

Eu lírico é um termo usado para designar a voz presente no poema. Esta voz representa uma série de emoções e sensações nos textos literários. Essa matéria Eu lírico, o que é? Como identificar e diferenças entre narrador e poeta foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Antes de mais nada, o eu lírico é um termo usado para designar textos literários do gênero lírico e que age desempenhando papel de voz em um poema. Todavia, o termo funciona como um recurso criativo, que ajuda o autor.

Contudo, na Literatura, os textos literários estão classificados em gêneros, distribuídos em subgêneros e com características distintas. Todavia, a poesia é tipo de texto que representa o gênero lírico.

Seja como for, este gênero é o que se ocupa em expressar emoções e sensações, as vivências de um eu que busca o sentido em várias coisas da sua própria existência. Nesse sentido, a voz representada pelo eu lírico se diferencia de outras duas nomenclaturas literárias: o poeta e o narrador.

Como identificar?

Antes de tudo, um poema é composto por versos. Nestes versos, estão sentimentos, sensações experimentadas, hábitos e todos outros componentes criativos responsáveis pelo enunciado de um eu, uma voz que funciona como se fosse uma entidade dentro do poema.

Eu lírico, o que é? Como identificar e diferenças entre narrador e poeta

Eu lírico, o que é? Como identificar e diferenças entre narrador e poeta

Conhecimento Científico
O gênero lírico caracteriza-se por apresentar textos escritos em versos.

Nesse sentido, vale dizer que essa voz não representa o poeta enquanto ser humano, não aquele que escreve, que tem outros sentimentos e outra voz. Primeiramente, quando falamos em eu lírico, estamos nos referindo a uma outra voz, que existe para representar aquele determinado poema.

Exemplos

Para analisar a presença do eu lírico, leia este poema de Vinícius de Moraes:

A PORTA

Eu sou feita de madeira

Madeira, matéria morta

Mas não há coisa no mundo

Mais viva do que uma porta.

Eu abro devagarinho

Pra passar o menininho

Eu abro bem com cuidado

Pra passar o namorado

Eu abro bem prazenteira

Pra passar a cozinheira

Eu abro de sopetão

Pra passar o capitão […]

Antes de mais nada, neste poema de Vinícius de Moraes, o eu lírico representa a porta. Todavia, nos versos escritos, a porta nos fala de suas características, sua composição e utilidade.

De um modo geral, a voz (eu lírico) exprime seus sentimentos, mostrando descontentamento quando é comparada a algo ruim, por exemplo.

Diferenças do eu lírico

Antes de mais nada, o narrador é a voz que conta uma história. Também não pode ser confundido com o autor, sendo duas pessoas diferentes. Todavia, os termos eu lírico e narrador não são equivalentes, de modo que o eu lírico dá voz a uma sensação e o narrador conta uma história sem participar dela, necessariamente.

Eu lírico e poeta

Sendo uma entidade dentro do poema, o eu lírico é diferente da figura do poeta, porque funciona como uma voz que exprime suas sensações e sentimentos. Não deve ser confundida com o poeta, na medida em que este é considerado como a pessoa que assina a obra.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
Fernando Pessoa é considerado como o maior poeta em língua portuguesa.

Poetas possuem heterônimos, como é o caso de Fernando Pessoa, com uma lista conhecida de outras vozes (manifestações do eu lírico) que se fazem ouvir em diversos poemas. Seus mais famosos e conhecidos são Ricardo Reis, Bernardo Soares e Álvaro de Campos.

Então, o que achou da matéria sobre eu lírico? Se gostou, leia também: Vozes verbais, o que são? Definição, características e exemplos.

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria, Português, Estudo Kids

Imagens: OCP News, Yosper, E-redigindo

Essa matéria Eu lírico, o que é? Como identificar e diferenças entre narrador e poeta foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas