Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

O gás carbônico, também chamado de dióxido de carbono, é um composto químico formado por um átomo de carbono e dois de oxigênio.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O gás carbônico, também chamado de dióxido de carbono, é um composto químico formado por um átomo de carbono e dois de oxigênio. Por conta disso, a fórmula molecular é CO2. Na natureza, apenas 0,3% do composto é encontrado no ar, advindo de processos químicos como a combustão e a respiração dos seres vivos.

O gás carbônico é essencial para que as plantas realizem fotossíntese. Além disso, o composto é parte do ciclo do carbono, realizado em três etapas diferentes: respiração, decomposição e combustão. Assim como outros gases, o dióxido de carbono sofre alteração do estado físico quando submetido a baixas temperaturas.

Quando o gás está na forma sólida, por exemplo, é conhecido como gelo-seco. Neste caso, o gelo-seco é bastante utilizado na indústria para refrigeração de alimentos. Outra utilização do gás está na fabricação de bebidas, como os refrigerantes, e em extintores de incêndio.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Gás carbônico e o ciclo do carbono

O gás carbônico é um composto químico presente em apenas 3% da composição do ar. Na atmosfera, o gás é advindo da respiração dos seres vivos e pelo processo de combustão. Inclusive, é por meio do dióxido de carbono que as plantas conseguem produzir açucares no processo de fotossíntese. Neste caso, é dióxido de carbono mais água.

Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

Conhecimento Científico
Etapas do ciclo do carbono.

Assim, o ciclo do carbono se inicia quando o composto é liberado na atmosfera por meio dos seres autotróficos. Ou seja, os seres autotróficos são aqueles que conseguem produzir o próprio alimento, como as plantas. Neste caso, os seres vivos sintetizam a partir de material inorgânico, por meio da fotossíntese ou a quimiossíntese.

A partir da absorção do gás carbônico pelos seres autotróficos, os seres heterotróficos – aqueles que não conseguem produzir o próprio alimento – consomem o alimento. Logo, o CO2 volta para a natureza por meio do processo de respiração celular, degradação da matéria ou da queima de combustíveis fósseis.

Alterações climáticas – Definição, aquecimento global e consequências

×

Alterações no ciclo

Quando falamos em ciclo do carbono, ou seja, no processo que o gás carbônico está envolvido, é preciso entender que existem dois tipos de ciclos: o ciclo recente e o ciclo mais longo. No caso, o ciclo recente é o que ocorre na natureza de forma constante, por meio da fotossíntese, respiração celular, decomposição e combustão.

google_ad_client = "ca-pub-1360360021251685"; google_ad_slot = "7008382253"; google_ad_width = 200; google_ad_height = 90;
Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

Conhecimento Científico
A queima de combustíveis fósseis acelera a liberação de CO2 na atmosfera.

Já o ciclo longo envolve reservas de carbono que possuem combustíveis fósseis armazenados. Assim, quando ocorre a queima desses combustíveis, uma grande quantidade de gás carbônico é liberada na atmosfera, descontrolando o ciclo recente do carbono. Além da queima de combustíveis fósseis, a quantidade de CO2 na atmosfera aumenta devido à fatores como, poluição, desmatamento e queimadas.

Com a poluição das águas e o desmatamento, ocorre a diminuição dos seres vivos que realizam fotossíntese. Sem esses seres vivos, a absorção de CO2, consequentemente, acaba diminuindo e quantidade do composto químico na atmosfera aumenta. Ou seja, com o aumento de dióxido de carbono na atmosfera ocorre o processo denominado efeito estufa.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Efeito estufa

O efeito estufa nada mais é do que o aumento na quantidade de produção dos gases na atmosfera, como o gás carbônico. De forma geral, o efeito estufa é um processo natural que deixa o Planeta aquecido por meio dos raios solares. Entretanto, quando a emissão dos gases do efeito estufa é exagerada, ocorre o aumento da temperatura ambiente.

Com as temperaturas elevadas, mudanças climáticas acabam sendo cada vez mais frequentes. Uma das causas que agravam o efeito estufa é queima de combustíveis fósseis, como óleo diesel e gasolina. Com isso, a temperatura média aumenta e o aumento das temperaturas é conhecido como aquecimento global.

Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono

Conhecimento Científico
Os gases do efeito estufa causam o aquecimento global.

Além do gás carbônico, outros gases também são responsáveis pelo agravamento do efeito estufa. Como por exemplo: monóxido de carbono (CO), ozônio (O3),dióxido de enxofre ( SO2), dióxido de nitrogênio (NO2) e gás metano (CH4). Ou seja, quando esses gases são lançados na atmosfera de forma imprudente, ocorre o agravamento do aquecimento global.

Além de causar agravantes no clima, o aumento dos gases do efeito estufa, como o monóxido de carbono, é muito prejudicial à saúde. Isso porque, quando inalado, o composto se junto às células do sangue – as hemoglobinas – e forma a carboxi-hemoglobina.

Por fim, vale lembrar que as hemoglobinas são responsáveis pelo transporte de oxigênio. Assim, a carboxi-hemoglobina pode atrapalhar esse transporte e causar asfixia, caso a pessoa esteja em lugares não ventilados.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também como ocorre o Ciclo do Nitrogênio e o que são Células Procariontes. 

Fontes: Só Biologia e Estudo Prático 

Imagens: El País, Khan Academy, Hypescience e Significados

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Essa matéria Gás carbônico, o que é? Definição, características e ciclo do carbono foi criada pelo site Conhecimento Científico.