Mutualismo, o que é? Definição, características, diferenças e exemplos

Mutualismo é uma relação ecológica harmônica interespecífica (espécies diferentes) que pode ser obrigatório ou facultativo. Essa matéria Mutualismo, o que é? Definição, características, diferenças e exemplos foi criada pelo site Conhecimento Científico.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Antes de mais nada, no ecossistema tudo está relacionado, seja de forma indireta ou indireta. Existem relações entre indivíduos da mesma espécie, o que é chamado de intraespecíficas, e entre espécies diferentes, chamado de interespecíficas. Sendo assim, mutualismo é uma relação ecológica harmônica interespecífica.

A interação pode ser desarmônica, ou seja, aquela que é prejudicial para, pelo menos, um dos indivíduos envolvidos. Além disso, também pode ser harmônica, o que significa que nenhum dos indivíduos sai prejudicado. Neste caso, o mutualismo é considerado harmônico.

De forma geral, o mutualismo é classificado de duas formas, sendo: obrigatório e facultativo. Porém, além da classificação básica, o mutualismo também é dividido em: defensivo, trófico e dispersivo.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Mas afinal, quais são as características desse tipo de associação entre dois seres vivos? Vamos descobrir!

Definição de mutualismo

De forma geral, o mutualismo é classificado como uma relação ecológica que ocorre entre indivíduos de espécies diferentes. No momento da relação, ambas as espécies são beneficiadas.

Quando a relação ecológica ocorre entre indivíduos de espécies diferentes, o processo é denominado de relação interespecífica.

Mutualismo, o que é? Conceito, diferenças e exemplos

Mutualismo, o que é? Conceito, diferenças e exemplos

Conhecimento Científico
Blog STIHL

Além disso, alguns autores utilizam o termo protocooperação para se referir ao mutualismo.

google_ad_client = "ca-pub-1360360021251685"; google_ad_slot = "7008382253"; google_ad_width = 200; google_ad_height = 90;

Isso porque, o protocooperação também está relacionado à relação ecológica que ocorre entre espécies diferentes, onde ambas são beneficiadas. Entretanto, a relação não é obrigatória para que as espécies sobrevivam.

Neste caso, alguns pesquisadores preferem utilizar o termo mutualismo facultativo para se referir à protocooperação. Sendo assim, são dois termos que se relacionam e dizem sobre a mesma relação ecológica.

Pluricelulares, o que são? Definição, característica, surgimento e exemplos

×

Mutualismo obrigatório

O mutualismo obrigatório, que também pode ser chamado de simbiose, é quando as duas espécies da relação necessitam uma da outra. Em suma, é muito importante a existência do outro organismo para a sua sobrevivência.

Sendo assim, alguns exemplos de mutualismo obrigatório são:

Micorriza e Raízes

Micorrizas são fungos que se associam com as raízes de algumas plantas. As hifas do fungo ajudam na absorção de mineiras e oferecem água para a planta. Além disso, como é uma relação benéfica, o fungo garante os seus nutrientes.

Mutualismo, o que é? Conceito, diferenças e exemplos

Mutualismo, o que é? Conceito, diferenças e exemplos

Conhecimento Científico
Mutualismo obrigatório

Líquens

É uma associação entre fungos e micro-organismos fotossintetizantes, como as algas, que se tornam um único organismo. Na relação, a alga oferece compostos orgânicos e faz a fotossíntese, o que é essencial para a sobrevivência de ambos.

Por outro lado, o fungo, é responsável pelos nutrientes, já a água, além de contribuir para que a alga continue úmida, fornece benefícios aos fungos.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
liquens

liquens

Conhecimento Científico
Líquens, relação harmônica.

Peixe Palhaço e Anêmonas

Neste de relação ecológica, as anêmonas oferecem proteção e abrigo. Já o peixe ajuda na limpeza e deixa os tentáculos delas mais aerado. Assim, como consequência, é mais fácil para as anêmonas capturarem as presas.

Peixe palhaço e anêmonas

Peixe palhaço e anêmonas

Conhecimento Científico
Mutualismo – Peixe palhaço e anêmonas

Mutualismo facultativo

Do mesmo modo que existem organismos que dependem um do outro para sobreviver, existem os que não são dependentes um do outro, mas se ajudam.

Essa relação é chamada de mutualismo facultativo. Ela, que anteriormente era conhecida como protocooperação, apesar de ser benéfica, não obriga que as duas espécies envolvidas estejam juntas.

Exemplos:

Caranguejo-eremita e Anêmonas-do-mar

Os caranguejos, em busca de segurança, se abrigam em conchas abandonadas. Com isso, as anêmonas os protegem dos predadores.

Do mesmo modo, o caranguejo proporciona transporte, através de sua mobilidade, além de resto de alimentos para as anêmonas. Em suma, a relação é boa, mas não é essencial para a sobrevivência dos mesmos.

Mutualismo, o que é? Conceito, diferenças e exemplos

Mutualismo, o que é? Conceito, diferenças e exemplos

Conhecimento Científico
Caranguejo dentro da concha, local em que estão fixadas as anêmonas

Crocodilo e Pássaro-palito

Assim também ocorre com o crocodilo e o pássaro-palito. O pássaro se alimenta dos restos de comida que ficam na boca do crocodilo. Dessa forma, o beneficio é mútuo, pois o crocodilo se livra dos parasitas e, ao mesmo tempo, fornece alimento para o pássaro.

vantagem mútua

vantagem mútua

Conhecimento Científico
Pássaro-Palito se alimentando dentro da boca do crocodilo

Curiosidades do mutualismo

Em síntese, o mutualismo pode ser classificado de outras formas também. Entretanto, elas são menos conhecidas. Para concluir, veja um breve resumo delas.

Mutualismo defensivo: Um dos organismos é o protetor e o outro o protetivo. Geralmente, o que recebe proteção é o mesmo que fornece o alimento;

Mutualismo Trófico: Os nutrientes são fornecidos por ambos os envolvidos;

Mutualismo dispersivo: A relação é entre plantas e animais. Em suma, as plantas geram alimentos e os animais ajudam no transporte de sementes.

Relação harmônica

Relação harmônica

Conhecimento Científico
Fonte: Lifeder

Gostou do assunto? Então, vem ler Heterótrofos, o que são? Definição, características e seres autótrofos 

Fontes: InfoEscola, BiologiaNet, Brasil Escola e Prepara Enem

Imagens: Estudo Prático, Cantinho da Biologia, Blog STIHL, Mente Biológica, BiologiaNet, Biologia Top, Quero Bolsa, Super Interessante e Lifeder

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Essa matéria Mutualismo, o que é? Definição, características, diferenças e exemplos foi criada pelo site Conhecimento Científico.