Número de massa, o que é? Definição, características e exemplos

O número de massa representa a soma do número de prótons (Z) mais o número de nêutrons, presente no interior do núcleo atômico.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A estrutura de um átomo é composta por prótons e nêutrons, localizados no núcleo atômico, e pelos elétrons, dispersos na eletrosfera. Assim, quando falamos em número de massa, estamos nos referindo à soma dos prótons (Z) mais os nêutrons.

Neste caso, os elétrons não entram na soma por conta da massa 1836 vezes menor, se comparada à massa dos prótons e nêutrons. Sendo assim, para os cálculos, a massa dos elétrons não é importante.

Em síntese, prótons, nêutrons e elétrons classificam os elementos da Tabela Periódica em isótopos, isóbaros e isótonos. Logo, quando um elemento químico possui o mesmo número de massa são denominados isóbaros.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Já os isótopos são os elementos que possuem o mesmo número de prótons, ou seja, mesmo número atômico. Por fim, os elementos que apresentam o mesmo número de nêutrons são classificados como isótonos.

Características do número de massa

De forma geral, os números de massa são representados pela letra A. Cada elemento químico apresenta o número de massa disposto na parte superior do lado esquerdo ou direito. O número atômico, por outro lado, está localizado na parte inferior dos elementos: ZXA.

A partir dos números de massa, que indicam a quantidade de prótons e nêutrons de átomo do elemento químico, foi determinada a fórmula geral: A = p + n, para calcular o valor das partículas atômicas.

Número de massa, o que é? Definição, características e exemplos

Número de massa, o que é? Definição, características e exemplos

Conhecimento Científico
Representação das informações de um elemento químico.

Dessa forma, é possível calcular – quando os valores não são apresentados – as seguintes condições:

google_ad_client = "ca-pub-1360360021251685"; google_ad_slot = "7008382253"; google_ad_width = 200; google_ad_height = 90; Número de massa – dependo do número de prótons e nêutrons; Número de prótons – referente ao número de massa e o número de nêutrons. Neste caso, a fórmula geral é representada por: p = A – n; Número de nêutrons – representa o número de massa de massa e o número de prótons. Para calcular, utilizamos a fórmula: n = A – p.

Isótonos, o que são? Definição, principais características e exemplos

×

Número de massa x Massa atômica

Em síntese, quando falamos em elementos químicos, é importante destacar dois conceitos que podem gerar confusão: número de massa e massa atômica. Como vimos, o número de massa (A) representa a soma dos prótons e nêutrons. Vale lembrar que a soma dos prótons é referente ao número atômico (Z) de um elemento.

Em contrapartida, a massa atômica se refere à soma do número de massa dos elementos químicos isótopos, ou seja, elementos que apresentam o mesmo número de prótons. Outro ponto importante é entender que prótons, nêutrons e elétrons são partículas subatômicas. Logo, são encontradas no interior do núcleo do átomo.

Número de massa, o que é? Definição, características e exemplos

Número de massa, o que é? Definição, características e exemplos

Conhecimento Científico
Estrutura do átomo.

A massa atômica, neste caso, pode ser observada no Cloro (CI). Isso porque, o elemento químico apresenta dois isótopos diferentes, ou seja, diferentes números de massa e o número de prótons iguais (Z). Dessa forma, os isótopos do Cloro são um átomo com massa 37 e outro com massa 35. A partir da média, referente à massa atômica, temos 35,5 como valor final da massa de ambos os elementos.

Hora dos cálculos

Para tornar a explicação mais entendível, vamos imaginar a seguinte situação: um átomo possui número atômico 60 e, no interior do núcleo, apresenta 88 nêutrons. A partir disso, qual o número de massa do átomo?

Bem, sabemos que o número atômico (Z), ou seja, o número de prótons é 60; e o número de nêutrons (n) é 88. Assim, para que cheguemos ao valor do número de massa, basta utilizarmos a fórmula:

A = p + n

Assim, temos,

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A = 60 + 88

A = 148

Ou seja, o número de prótons mais o número de nêutrons é igual a 148.

Agora, vamos imaginar outra situação. Sabe-se que um átomo de escândio possui A = 43 e o número de nêutrons é equivalente a 21. A partir disso, qual o valor do número de prótons presente no núcleo atômico?

Bem, sabemos que A = 43 e n = 21. Dessa forma, para calcular o número de prótons vamos utilizar a fórmula: p = A – n.

Nesse sentido, temos:

p = A – n

p = 43 – 21

p = 22

Portanto, o número de prótons é igual a 22.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que são Ondas Eletromagnéticas e o que significa Polimerização. 

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria e Portal São Francisco 

Imagens: Stuff, Enzo Rocha e Significados

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Essa matéria Número de massa, o que é? Definição, características e exemplos foi criada pelo site Conhecimento Científico.