Conhecimento Cientifico O que é sílaba? Divisão, classificação e aplicação de vogais

O que é sílaba? Divisão, classificação e aplicação de vogais

As sílabas são pronunciadas por meio de grupos de fonemas, se compõem de vogais e nem sempre possuem a mesma entonação vocálica. Essa matéria O que é sílaba? Divisão, classificação e aplicação de vogais foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Todos nós tivemos que aprender a soletrar na fase de alfabetização na escola. Isto porque, a sílaba é a base da Língua Portuguesa para que uma pessoa aprenda a ler e escrever bem. De fato, precisamos passar por esse processo para entender as vogais, e posteriormente, compreender as palavras.

Dessa forma, a sílaba é formada por fonemas, ou seja, abrimos a boca para pronunciá-la apenas uma única vez. Ao passo que, não há possibilidade de existir uma sílaba, caso não haja vogais. Portanto, as vogais são: a, e, i, o, u. A saber, cada fonema é pronunciado em tons diferentes, sejam eles mais intensos ou não.

Por isso, vamos aprender um pouco mais sobre a sílaba, sua classificação e aplicação das vocais. Ademais, existem dois tipos de entonação vocálica, sendo elas com maior ou menor intensidade. Ao passo que, a separação das palavras ajudam na técnica de soletração, escrita e leitura.

O que é sílaba?

Como dito anteriormente, a sílaba é composta por vogais e nem sempre possui a mesma entonação vocal.

Por conseguinte, as palavras são separadas formando grupos de fonemas, por exemplo, na primavera são quatro: pri-ma-ve-ra. Ainda mais, o número de sílabas é definido pela quantidade de vogais.

O que é sílaba?

O que é sílaba?

Conhecimento Científico
Editora Contexto

Nesse sentido, devemos nos lembrar que a entonação vocálica é dividida entre Átonas (SA), quando a pronúncia possui menos intensidade fonética e Tônica (ST), quando representa maior intensidade.

Isto porque, ao pronunciarmos um fonema, o som da voz pode ser mais forte ou mais fraco. Por exemplo: Ca-fé e Bor-bo-le-ta (em negrito estão os  fonemas de maior intensidade). Além disso, vamos conhecer as classificações que a Língua Portuguesa determina.

Número de sílabas: Monossílabas: existe apenas uma sílaba. Exemplos: céu, pão e alho; Dissílabas: são palavras com duas sílabas. Exemplos: co-po, bo-ca e den-te; Trissílabas: quando a palavra tem três sílabas. Exemplos: co-mi-da, sor-ve-te, ba-na-na; Polissílabas: são palavras com quatro ou mais sílabas. Exemplos: co-mu-ni-ca-ção, bi-lhe-te-ria e mo-lé-cu-las.

Dessa forma, ainda existem as sílabas canônicas que são representadas por uma consoante e uma vogal (C+V), nesta ordem. Exemplo: ad-je-ti-vo (em negrito são canônicas).

Ao contrário, não canônicas podem ser formadas somente por vogal (V) ou vogal e consoante ( V+C). Exemplo: ad-je-ti-vo (em negrito não canônicas).

Por último, ainda há as sílabas abertas, que terminam por uma vogal. Exemplo: ci-da-de. Já as fechadas terminam por uma consoante. Exemplo: ad-ver-tir.

Vale lembrar que na divisão silábica não se separa: ditongos e tritongos, dígrafos, encontros consoantes que iniciam sílaba, vogais dos hiatos, letras dos dígrafos e encontros consonantais internos.

O que achou dessa matéria? Se gostou, confira também: A maioria é ou são? Diferenças, concordância verbal e uso adequado

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação, Só Português e Toda Matéria

Imagens: Editora Contexto e Youtube

Essa matéria O que é sílaba? Divisão, classificação e aplicação de vogais foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas