Conhecimento Cientifico Organização das Nações Unidas – História, países membros e objetivos

Organização das Nações Unidas – História, países membros e objetivos

A Organização das Nações Unidas, ou Nações Unidas, é o órgão responsável por estabelecer a paz e a segurança internacional entre os países. Essa matéria Organização das Nações Unidas – História, países membros e objetivos foi criada pelo site Conhecimento Científico.

A história da Organização das Nações Unidas, ou apenas Nações Unidas – como a organização é conhecida – começou com o final da Segunda Guerra Mundial. Basicamente, foi criada como uma forma de estabelecer a paz e a segurança internacional.

Isso porque, no pós Segunda Guerra, o mundo estava completamente desolado, principalmente os países europeus, que perderam inúmeras pessoas nos conflitos.

Com a criação do órgão internacional, era esperado que os problemas sociais, econômicos, culturais e humanitários fossem solucionados.

Sendo assim, a ONU possui como objetivos muito específicos, como manter a paz mundial, contribuir para a solução de problemas sociais, manter a ordem entre as nações e promover a harmonização entre ações, para que os objetivos possam ser cumpridos.

Mas, antes de adentrar na formação da Organização das Nações Unidas, é preciso compreender o contexto histórico em que o órgão foi criado. Então, vamos lá!

História da Organização das Nações Unidas

Antes mesmo que a Organização das Nações Unidas fosse criada, uma outra organização intergovernamental já exista, conhecida como Liga das Nações.

Em síntese, o órgão foi criado logo após a Primeira Guerra Mundial. Porém, não foi levado à diante, já que não pôde evitar a Segunda Guerra Mundial.

Organização das Nações Unidas - História, países membros e objetivos

Organização das Nações Unidas - História, países membros e objetivos

Conhecimento Científico
ONU Mulheres

O contexto da Segunda Guerra Mundial era devastador. Diversos países perderam milhões de habitantes. Nações como a França, Alemanha e Inglaterra estavam em ruinas, com problemas sociais, econômicos e, principalmente, humanitários.

Apenas na Polônia, onde estavam concentrados os maiores campos de concentração, morreram mais de seis milhões de habitantes. Outro país bastante afetado, em decorrência das bombas atômicos em Hiroshima e Nagasaki, foi o Japão, que perdeu 1,5 milhão de pessoas.

Os campos de concentração nazistas, principal arma durante o Holocausto, deixaram mais de 6 milhões de judeus mortos. Além disso, o mundo se via dividido entre as duas potências da época, EUA e União Soviética.

Naquele momento, estava em vigor a disputa entre capitalismo e socialismo. A disputada ideológica entre ambas as nações simbolizava o início da Guerra Fria. Ou seja, era preciso que alguma atitude fosse tomada, como a criação da Organização das Nações Unidas.

Conferência de Yalta

A Conferência de Yalta foi realizada em fevereiro de 1945, ou seja, antes que o final da Segunda Guerra fosse oficializado.

Por conta das consequências desastrosas, três líderes: Josef Stalin, Franklin Roosevelt e Winston Churchill começaram a discutir a formação da Organização das Nações Unidas.

A ideia era criar um órgão que se diferenciasse da antiga organização internacional, a Liga das Nações. Assim, entre os dias 25 de abril e 26 de junho de 1945, em São Francisco (EUA), representantes de 50 países se reuniram para redigir e assinar a Carta das Nações Unidas.

Apesar de ter sido assinado no final de junho, a carta só foi oficializada no dia 24 de outubro de 1945. Por conta disso, o dia ficou conhecido como o Dia das Nações Unidas, que começou a ser celebrado a partir de 1948.

Órgãos da ONU

Organização das Nações Unidas - História, países membros e objetivos

Organização das Nações Unidas - História, países membros e objetivos

Conhecimento Científico
Info Escola

A Organização das Nações Unidas é formada por 5 órgãos principais, que foram definidos durante a Conferência de Yalta. Dessa forma, a organização é formada por:

Conselho de Segurança; Assembleia Geral; Secretariado; Corte Internacional de Justiça; Conselho Econômico e Social.

Cada órgão trabalha de forma independente, porém, com todas as funções interligadas. Isso porque há, entre os membros de cada instituição, a intercomunicação das decisões e principais ações.

Além dos cinco órgãos principais, no início da criação da ONU, existia também o Conselho de Tutela. Basicamente, o conselho era destinado à proteção dos povos que não possuíam governo próprio.

Neste caso, os territórios eram compostos por representantes do Conselho de Segurança, bem como por membros eleitos pela Assembleia Geral. O órgão foi desativado, assim que a última colônia, Palau, se tornou parte das Nações Unidas, em 1994.

Conselho de Segurança

O Conselho de Segurança se enquadra como o principal órgão da Organização das Nações Unidas. Isso porque é de responsabilidade do conselho corroborar para manter a paz mundial. Além disso, como parte das funções, o conselho pode decidir ações armadas, bem como propor acordos internacionais.

Organização das Nações Unidas - História, países membros e objetivos

Organização das Nações Unidas - História, países membros e objetivos

Conhecimento Científico
Forças Terrestres

Sendo assim, o conselho é formado por cinco membros que, além de serem permanentes, possuem o direito ao voto em questões internacionais, como guerras e conflitos entre Nações.

Fazem parte do Conselho de Segurança os seguintes países:

Estados Unidos; Rússia; Reino Unido; França; China.

Uma curiosidade é que, há cada dois anos, 10 países são indicados para compor a Assembleia Gera. Porém, outros países, incluindo o Brasil, reivindicam para que o número de países membros do conselho aumente.

Assembleia Geral da ONU

Basicamente, a Assembleia Geral é o órgão que reúne representantes de todos os países membros, onde cada um possui direito ao voto.

A Assembleia possui uma função muito específica: discutir assuntos que estejam relacionados com a segurança, paz, justiça no mundo e bem-estar.

Sendo assim, é um órgão que não é encarregado de tomar decisões, onde os votos servem como recomendação e possuem função consultiva.

Secretariado Geral da Organização das Nações Unidas

O Secretariado Geral da ONU é comandado pelo secretário-geral, responsável por administrar a instituição. Ou seja, o secretário é a principal autoridade da Organização das Nações Unidas.

Além disso, o representante do órgão é eleito por 5 anos com direito a reeleição. As eleições ocorrem por meio do Conselho de Segurança, sendo aprovado na Assembleia Geral.

Desde 2019, quem ocupa o cargo de secretário-geral é o português Antônio Guterres. O mandato de Guterres termina em 2022.

Conselho Econômico e Social

Parte da Organização das Nações Unidas, o Conselho Econômico e Social, como o próprio nome sugere, é o órgão responsável por cuidar do bem-estar e social das populações.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
Politize

Para isso, o conselho conta com comissões, como a Comissão dos Estatutos da Mulher, Comissão de Direitos Humanos, Comissão de Entorpecentes, etc.

Além disso, o órgão coordenada agências especiais, que fazem parte da ONU, como:

Cepal – Comissão Econômica para a América Latina; Unesco – Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura; OIT – Organização Internacional do Trabalho; Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância; FMI – Fundo Monetário Internacional; FAO – Organização para Alimentação e Agricultura; OMS – Organização Mundial da Saúde.

Por fim, para concluir os cinco principais órgãos da ONU, temos a Corte Internacional da Justiça, que atua como o principal órgão jurídico da Organização das Nações Unidas. A sede do órgão fica localizada em Haia, nos Países Baixos.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também o que foi a Queda do muro de Berlim e qual a História do Trabalho 

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola e Info Escola

Imagens: Geo 5 Internacional, Info Escola, ONU Mulheres, Forças Terrestres e Politize

Essa matéria Organização das Nações Unidas – História, países membros e objetivos foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas