Conhecimento Cientifico Tipos de plásticos – Quais são, características e danos ao meio ambiente

Tipos de plásticos – Quais são, características e danos ao meio ambiente

Os tipos de plásticos são vários e muito utilizados em todo o mundo para a utilização, conservação e embalagem de produtos. Essa matéria Tipos de plásticos – Quais são, características e danos ao meio ambiente foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Quando falamos em produtos do nosso dia a dia, é impossível não citar aqueles feitos a base do plástico, já que ele está presente em sacolas, embalagens, peças do computador e em diversos outros cantos da casa. Essa variedade implica na criação e no uso de diferentes tipos de plásticos, uma vez que cada produto ou objeto exige uma formação diferente quanto ao seu material de fabricação.

Essa versatilidade, aliada a alta durabilidade e baixo custo, fazem do plástico um dos queridinhos das empresas de fabricação, que o produzem em larga escala e para os mais diferentes fins. Conheça abaixo os 7 principais tipos de plástico, para que servem e saiba também porque o plástico deve ser devidamente reciclado no momento do descarte.

Os benefícios dos tipos de plásticos

Ao longo das últimas décadas, o plástico foi intensamente adotado por diversos segmentos industriais em substituição a outros materiais como o vidro, o metal e a madeira.

Isso se deu em razão de suas vantagens, que incluem a facilidade no armazenamento e transporte, menor consumo energético, boa durabilidade e estado de conservação.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
Os plásticos se dividem em dois grandes grupos: termoplásticos, que podem ser recicláveis, e termorrígidos.

Em sua maioria, os plásticos provêm de resinas do petróleo e se diferenciam pela extensão e estrutura dos polímeros, ou seja, grandes cadeias de moléculas. Para se ter uma ideia da quantidade de plástico produzido no Brasil, em 2018 foram fabricados mais de 11,3 milhões de toneladas de lixo do material no país.

Porém, o mais assustador desse número é que pouco mais de 1% dessa quantia é devidamente reciclada, o que colabora substancialmente para o aumento da poluição ambiental.

Os tipos de plásticos: termoplásticos

Em síntese, os polímeros componentes dos plásticos podem ser originados de uma parte do petróleo, denominada nafta, e também de fontes sustentáveis, como o milho e a cana-de-açúcar. De acordo com a sua fusão ou derretimento, podem ser classificados em dois grandes tipos.

O primeiro tipo corresponde aos termoplásticos, isto é, aqueles que não sofrem alterações químicas após o aquecimento e, portanto, podem ser moldados devido a sua estrutura molecular menos rígida. Estima-se que 80% dos plásticos consumidos atualmente são desse tipo, o que facilita o processo de reciclagem.

Vamos conhecer agora os principais tipos:

PET (Polietileno tereftalato)

O PET é o tipo de plástico mais produzido no mundo, formado pela reação entre o ácido tereftálico e o etileno glicol. É usado em sua maior parte como fibra, denominada poliéster, no engarrafamento de garrafas para uso alimentício e hospitalar, além de diversos outros usos.

Sua utilização se dá devido ao baixo custo da produção, sua transparência, duração, impermeabilidade e leveza. Entre os termoplásticos, é o mais reciclado no país, chegando a 60% do total.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
A desvantagem da garrafa PET é a sua criação a partir do petróleo, que pode impedir a reciclagem se misturado a outros materiais.

Polivinil Clorado (PVC)

O PVC, ou Cloreto de Polivinila, é um dos mais conhecidos tipos de plástico, por ser utilizado sobretudo nas construções residenciais e comerciais.

Dessa maneira, ele pode ser usado para fins de encanamento, isolamento de fios elétricos, garrafas de antisséptico bucal, embalagens de delivery e muitos outros.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
Os forros de PVC são muito utilizados em residências.

Suas principais características se resumem não apenas à durabilidade, como também à rigidez e por ser prejudicial à saúde de quem o manuseia, devido a composição de substâncias cancerígenas como a dioxina.

PEAD (Polietileno de alta densidade)

O Polietileno de alta densidade, ou PEAD, pode ser definido devido a sua resistência a baixas temperaturas, leveza, rigidez e impermeabilidade. Todavia, ao contrário de outros tipos de plástico, este pode ser criado também a partir de fontes vegetais, originando o plástico verde.

Seu uso se dá sobretudo nas garrafas a partir de 5 litros de produtos de limpeza, leite, suco, água, tintas e também nas sacolas de supermercado.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
Os plásticos PEAD são utilizados em embalagens de produtos de limpeza e óleo de automóvel.

PEBD (Polietileno de Baixa Densidade)

O PEBD é um tipo de plástico flexível, leve, impermeável e transparente. Por ser termoplástico, pode ser reciclável e, assim como o anterior, pode surgir o plástico verde, que é 100% sustentável.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
O plástico verde é produzido a partir da cana de açúcar e é 100% biodegradável.

Além disso, o PEBD pode suportar temperaturas de até 80° C, estando presente em sacolas plásticas, papel filme, sacos de lixo e tampas.

PP (Polipropileno)

O PP é um termoplástico originado do propreno (plástico reciclável) e é semelhante ao polietileno. Contudo, possui o ponto de fusão mais elevado. Sua principal função é conservar o aroma, a transparência, a resistência, o brilho e a rigidez do conteúdo.

Por isso, é a partir desse tipo de plástico que são feitos os tubos para água quente, filmes para embalagens e alimentos, além das seringas hospitalares e dos canudinhos.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
As seringas são feitas com polipropileno, que mantém o aroma e a transparência do conteúdo

Ademais, existe o BOPP, uma variação do polipropileno de difícil reciclagem e que é muito utilizada em embalagens de biscoitos e salgadinhos.

PS (Poliestireno)

O poliestireno é o tipo de plástico utilizado em sorvetes, potes de iogurtes, bandejas de supermercado, pratos, copos descartáveis, brinquedos e dispositivos médicos. É o conhecido isopor.

Ele é leve, de baixo custo, flexível e fácil de moldar sob a ação do calor. Contudo, a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) garante que o contato diário com a matéria-prima original do isopor, o estireno, pode apresentar sérios problemas de saúde, como dores de cabeça e perda auditiva.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
O material que produz o isopor é leve, de baixo custo e flexível

PLA: Poli (Ácido Lático)

Esse tipo de plástico é produzido a partir do ácido lático da fermentação do amido de vegetais, como a mandioca e a beterraba. Sua principal vantagem é ser reciclável e biodegradável, podendo ser utilizado em copos, sacolas, garrafas e pratos descartáveis.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
O plástico PLA é muito utilizado em impressões 3D.

Os tipos de plásticos: termorrígidos

O tipo de plástico denominado termorrígido, termofixo ou termoendurecido, ao contrário do anterior, não é reciclável devido a incapacidade da sua fusão a altas temperaturas. Desse modo, sua reciclagem se torna inviável uma vez que os termorrígidos acabam se decompondo ao serem expostos ao calor.

Dentre os principais tipos, temos:

PU ou poliuretano: Esse é o plástico encontrado em colchões, estofados, esponjas de lavagem, peças para banheiro, solados de calçados, telefones e muitos outros materiais. São conhecidos por serem flexíveis, leves e esteticamente diferenciados, por conta da beleza do design.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
O poliuretano é o plástico utilizado nas esponjas lava louça

Esse tipo, como todo plástico, é um polímero feito a partir da combinação de um poliol e um diisocianato.

EVA ou acetato-vinilo de etileno: O tipo de plástico EVA é bastante macio, flexível e resistente mesmo ao passar do tempo. Dessa maneira, é bastante utilizado nos solados de tênis e chinelos, em materiais escolares, equipamentos de academia e brinquedos. Assim como todos os termorrígidos, são incapazes de serem reciclados.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
O EVA é conhecido por ser utilizado em trabalhos escolares

Resina fenólica: Esses são polímeros termofixos, obtidos a partir da condensação entre um fenol e um aldeído. Sendo assim, contém alta resistência e força, estabilidade térmica e mecânica e funciona como isolante térmico e elétrico.

Esse tipo de plástico é utilizado em bolas de sinuca, adesivos, tintas, vernizes e revestimentos.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
Esse tipo de plástico é utilizado em bolas de sinuca

O uso dos tipos de plásticos

Muitas são as alternativas que funcionam para minimizar o impacto causado pela produção de plástico a partir do petróleo.

Primeiramente, cabe a nós, enquanto consumidores, optar pela compra e utilização de plásticos recicláveis. Sabemos que é impossível bani-los inteiramente, porém devemos evitar aqueles que mais degradam o meio ambiente, como é o caso do plástico BOPP. Opte por consumir os salgadinhos que venham em embalagem de alumínio, por exemplo.

De maneira idêntica, existem os supermercados que adotam as sacolas de papel no momento da compra ou mesmo utilizam as sacolas verdes, provenientes de vegetais como a cana de açúcar. Escolhendo comprar nesses supermercados, você incentiva a não-produção de plástico do petróleo.

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Tipos de plásticos: quais são, danos ao meio ambiente e características

Conhecimento Científico
A coleta seletiva consiste na separação correta do lixo para posterior reciclagem

Por último, pesquise se na sua cidade existe coleta seletiva e, caso haja a negatividade, exija enquanto cidadão a garantia da efetivação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que completou 10 anos em 2020 e exige objetivos na destinação correta dos resíduos sólidos, o que envolve o fim dos lixões e a separação correta do lixo, entre outras ações.

Feito isso, resta a você separar o seu lixo e submetê-lo ao serviço de limpeza da prefeitura municipal.

E aí, gostou de saber mais sobre o plástico? Então, continue aqui e conheça mais sobre o Vidro.

Fontes: Tunes Ambiental, Ecycle, Mais Polímeros, Food Conection, Ecycle

Imagens: Mais Polimeros, Mundo Isopor, Moldes Injeção Plásticos, Habitissimo, Embalagem ideal, Ecycle, R7, Recicla Sampa, Biofabris, Plastbrinq, Blog do Elo 7, Cotanet, Elo JR.

Essa matéria Tipos de plásticos – Quais são, características e danos ao meio ambiente foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas