Conhecimento Cientifico Tiradentes, quem foi? História de vida, prisão, condenação, herói nacional

Tiradentes, quem foi? História de vida, prisão, condenação, herói nacional

Joaquim José da Silva Xavier, conhecido como Tiradentes, foi dentista, tropeiro, minerador, comerciante, militar e ativista político no Brasil. Essa matéria Tiradentes, quem foi? História de vida, prisão, condenação, herói nacional foi criada pelo site Conhecimento Científico.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Tiradentes, cujo nome oficial era Joaquim José da Silva Xavier, foi uma das figuras mais importantes durante o Brasil Colônia. Exerceu papel fundamental na Inconfidência Mineira, sendo líder do movimento.

Joaquim José nasceu em 1746, no dia 12 de novembro. Naquela época, o Brasil estava sobre domínio de Portugal, que tirava altos lucros econômicos provindos das minas de ouro de Minas Gerais.

Durante a adolescência e início da vida adulta, Tiradentes exerceu diversas profissões. Foi, inclusive, dentista amador e, por conta disso, recebeu o apelido de “Tiradentes”.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Além disso, Joaquim José participou ativamente do movimento da Inconfidência Mineira. Assim, foi preso e condenado à pena de morte pelas ações separatistas da época. Após sua morte, o inconfidente foi considerado herói nacional.

História de vida

Tiradentes nasceu em 1746, quando o Brasil ainda era colônia de Portugal.
Era filho de Domingos da Silva Santos e Maria Antônia Xavier.

Antes mesmo se tornar líder da Inconfidência Mineira, Joaquim José experimentou diversas funções. A primeira delas era a de dentista amador.

Um dos retratos de Joaquim José

Um dos retratos de Joaquim José

Conhecimento Científico
Tiradentes como alferes. Fonte: Noticiantes

O apelido de Tiradentes veio por conta da profissão. Em seguida, o jovem tentou trabalhar como tropeiro. Sua principal função era conduzir tropas de animais e transportar mercadorias.

google_ad_client = "ca-pub-1360360021251685"; google_ad_slot = "7008382253"; google_ad_width = 200; google_ad_height = 90;

Entretanto, a atividade como tropeiro não deu certo. Depois, Tiradentes foi minerador e mascate, principalmente, trabalhando como mercador ambulante. Mais um vez, o trabalho não fluiu.

Mais tarde, Joaquim José conseguiu ingressar, como alferes, na força militar da Capitania de Minas Gerais, na época chamada de cavalaria de Dragões Reais de Minas. O posto de alfares era uma patente abaixo da posição de tenente.

Os ideais iluministas

Em síntese, Joaquim José era curioso e observador. Ou seja, gostava sempre de estudar conteúdos históricos, entender a conjuntura que regia os países e se contextualizar com a história do país, apesar de não ser considerado um intelectual.

Nesse sentido, um dos focos de Tiradentes era a Constituição dos Estados Unidos, país que tinha acabado de se tornar independente, em 1776.

Com os anos, Joaquim José começou a elaborar ideias políticas que contrariavam os moradores de Vila Rica. Na época, Vila Rica era o centro da mineração no Brasil e os habitantes seguiam com as obrigações impostas por Portugal.

Reunião dos iluministas na Europa

Reunião dos iluministas na Europa

Conhecimento Científico
Os ideias iluministas surgiram na Europa, século XVIII. Fonte: O século das luzes

Durante este período, intelectuais como Cláudio Manuel da Costa e Tomás Antônio Gonzaga tinham acabo de voltar de Coimbra. Os intelectuais trouxeram para o Brasil os ideais iluministas que corriam pela Europa do século XVIII.

Imediatamente, Tiradentes se juntou aos intelectuais iluministas e começou a elaborar estratégias para tirar o governador da Capitania de Minas, Visconde de Barbacena, do poder.

O movimento separatista, conhecido como Inconfidência Mineira, tinha como principal objetivo diminuir o poder de Portugal sobre o Brasil e acabar com as cobranças de impostos, como o quinto e a derrama, por parte da metrópole.

A Inconfidência Mineira

Os integrantes do movimento separatista ficaram conhecidos como inconfidentes. A maioria era membro da elite mineira, com exceção de Tiradentes. Porém, Joaquim José ficou conhecido como o líder das estratégias políticas.

Inconfidente sendo preso pelo governo Português

Inconfidente sendo preso pelo governo Português

Conhecimento Científico
Na mira da História

A princípio, as ações do movimento começaram a ser planejadas em 1788. Além disso, Tiradentes almejava a morte do governador da Capitania, Visconde de Barbacena. Porém, o líder do movimento não conseguiu seguir com os planos.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Isso porque, as reuniões e estratégias foram entregues ao governo por parte de um dos confidentes, chamado de José Silvério dos Reis. Dessa forma, o governador mandou prender todos os integrantes do movimento.

Inconfidência Mineira, o que foi? História, causas e consequências

×

Prisão e condenação de Tiradentes

Após José Silveiro delatar os planos dos inconfidentes, os integrantes do movimento foram presos e condenados. Na prisão, os principais líderes não confessaram as ações que estavam planejando.

Isso porque, os inconfidentes tinham medo das punições e, até mesmo, da pena de morte. Dessa forma, Tiradentes foi o único dos inconfidentes a confessar todas as ações do movimento separatista.

Por conta disso, foi condenado à pena de morte. Assim, Joaquim José foi enforcado em praça pública, além de ter o corpo esquartejado e a cabeça exposta para a população de Vila Rica.

Tiradentes, quem foi? História de vida, prisão, condenação, herói nacional

Tiradentes, quem foi? História de vida, prisão, condenação, herói nacional

Conhecimento Científico
Mercado Popular

Após a morte de Tiradentes, o mineiro foi considerado herói nacional por ter lutado pela independência. Portanto, sua figura foi marcada como herói da nação, principalmente, após a Independência e Proclamação da República.

Durante o Regime Militar, por exemplo, o então presidente marechal Castelo Branco, sancionou a Lei Nº 4.897 que atribuiu à Tiradentes o título de Patrono da Nação Brasileira.

A lei foi oficializada no dia 9 de dezembro e tronou o dia 21 de abril – dia em que Tiradentes foi enforcado – como feriado nacional.

Tiradentes como herói nacional

Em síntese, após a Independência do Brasil e a Proclamação da República a imagem de Tiradentes começou a ser resgatada como herói nacional. Isso porque, o país passava pelo processo de identidade nacional.

Ou seja, Tiradentes foi visto como um dos principais líderes que lutaram pela liberdade e independência do Brasil. Como forma de homenagear o líder da Inconfidência Mineira, vários monumentos foram construídos.

Um dos monumentos do líder inconfidente

Um dos monumentos do líder inconfidente

Conhecimento Científico
Monumento de Tiradentes. Fonte: Jornal Bom Dia

Em 1867, por exemplo, houve a instalação de uma escultura na cidade Ouro Preto, Minas Gerais. Entretanto, uma das homenagens mais conhecidas é a pintura “Tiradentes Esquartejado”, de 1893.

A pintura foi confeccionada pelo artista Pedro Américo em um momento em que o Brasil vivia o início da República. Na imagem, o pintor retrata Tirantes à imagem de Jesus.

Você sabia?

A história de Tiradentes e a liderança no movimento da Inconfidência Mineira inspiraram roteiristas, como Joaquim Pedro de Andrade, Geraldo Vietri e Oswaldo Caldeira a produzirem obras cinematográficas.

Portanto, dentre as produções estão: Os Inconfidentes (1972); Tiradentes, o Mártir da Independência (1976) e Tiradentes (1999). Além disso, a telenovela Dez Vidas (1969), de Ivani Ribeiro, também foi inspirada na vida do inconfidente.

O que achou da matéria? Se gostou, leia também sobre a vida de Galileu Galilei e Marquês de Pombal.

Fontes: História do Mundo, Brasil Escola, Brasil Escola, Revista Galileu e Toda Matéria

Imagens: Aventuras na História, Noticiantes, O século das luzes, Na mira da História, Mercado Popular e Jornal Bom Dia

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Essa matéria Tiradentes, quem foi? História de vida, prisão, condenação, herói nacional foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas