Conhecimento Cientifico Vozes verbais, o que são? Definição, características e exemplos

Vozes verbais, o que são? Definição, características e exemplos

As vozes verbais, classificadas em três, são usadas para identificar se o sujeito gramatical é agente ou paciente da ação expressa pelo verbo. Essa matéria Vozes verbais, o que são? Definição, características e exemplos foi criada pelo site Conhecimento Científico.

As vozes verbais são usadas na língua portuguesa para identificar uma relação que ocorre entre o sujeito e o verbo na qual ele faz ligação. Em suma, são as ações verbais responsáveis pelo entendimento de todo o contexto que está sendo apresentado.

Além dos fatores citados acima, são as vozes verbais que identificam, dentro de uma oração, quem pratica e também quem recebe a ação expressada pelo verbo. Em outras palavras, elas definem quem é o agente ou o paciente.

Em suma, as vozes verbais se dividem na voz ativa, na voz passiva – que se divide em analítica e sintética – e também na voz reflexiva. Levando em conta as características de cada uma, em algumas ocasiões, pode ocorrer da voz ativa se transformar em voz passiva e vice-versa.

Contudo, isso varia em cada ocasião e depende, principalmente, da intenção do interlocutor.

Vozes verbais – voz ativa

Vozes verbais, entenda o que são, suas características e as principais

Vozes verbais, entenda o que são, suas características e as principais

Conhecimento Científico
Pinterest

Em síntese, para se identificar a voz ativa, basta analisar quando o enunciado evidencia a pratica e a ação do sujeito (agente). Nesse ínterim, o sujeito será o executor da ação que acontece no enunciado. Sendo assim, o agente ficará em evidência.

Veja os exemplos a seguir:

O garoto vê a repórter na televisão Os garotos jogarão vídeo game

Sujeito (agente) + Verbo na voz ativa + continuação do predicado.

Vozes verbais – voz passiva

Em contrapartida, na voz passiva, pode-se considerar a ação do sujeito paciente, como o que passa a sofrer ou receber a ação.

Vozes verbais, entenda o que são, suas características e as principais

Vozes verbais, entenda o que são, suas características e as principais

Conhecimento Científico

Primeiramente, é necessário identificar, por meio do predicado, o elemento que sofre a ação. Dessa forma, esse se tornará o sujeito da frase. Em suma, é realizada uma troca e o sujeito da voz ativa se tornará somente uma parte do predicado.

Além disso, a voz passiva tem duas classificações: a voz passiva analítica e a voz passiva sintética ou pronominal.

Em síntese, a voz passiva analítica se caracteriza quando a oração é composta pelos verbos ser, estar, ficar + o verbo principal no particípio. Veja alguns exemplos a seguir:

A casa de praia foi alugada na temporada; O cachorro foi alimentado por Pedro; A carne foi cortada pelo açougueiro.

Por outro lado, a voz passiva sintética é quando a oração é composta por um verbo na 3ª pessoa do plural ou singular com acréscimo da partícula -se. Veja exemplos:

Entregaram-se as medalhas aos vencedores da competição Tomou-se água após o treino Vende-se um anel de ouro

Vozes verbais – voz reflexiva

Em suma, a voz reflexiva é determinada pela presença de um único sujeito. Ela pode ser classificada em voz reflexiva simples, quando a oração é composta por um verbo na voz ativa + pronomes oblíquos, como me, te, se, nos, vos.

Além disso, serve como objeto direto e, algumas vezes, como objeto indireto. Veja exemplos:

O açougueiro feriu-se na máquina; Ele arrumou-se para sair com os amigos; O casal olhou-se apaixonadamente.
Vozes verbais, entenda o que são, suas características e as principais

Vozes verbais, entenda o que são, suas características e as principais

Conhecimento Científico
Vários exemplos

Todavia, a voz reflexiva pode ser recíproca, ou seja, ser determinada pela presença de dois ou mais sujeitos. Nesse ínterim, a voz reflexiva recíproca é determinada quando ocorre uma ação mútua que é correspondida.

Em outras palavras, o verbo indica uma ação de reciprocidade. Veja os exemplos a seguir:

Os segundos e os minutos se passaram rápido; Os dois adoram-se como primos; O rapaz e a moça se beijaram.

Conversão entre vozes

Por fim, outra característica no que tange o assunto de vozes verbais é a conversão. Isso porque, é possível converter uma oração que está na voz ativa para a voz passiva. Entretanto, isso é um caso à parte e a escolha de se usar uma voz ou outra, depende do autor.

Em suma, as conversões podem ocorrer entre: Voz ativa para a voz passiva analítica e voz ativa para a voz passiva sintética.

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico

Conhecimento Científico
Toda Matéria

Veja exemplos:

Todavia, pode acontecer de a voz ativa passar para voz analítica. Basicamente isso se dá em consequência de um processo onde o sujeito assume o lugar de agente da passiva, transformando o objeto direito no sujeito e a verbo de transição na locução verbal.

Voz ativa: “O professor mudou a dinâmica da sala durante a prova Voz passiva analítica: “A dinâmica da sala foi mudada pelo professor durante a prova”

Em suma, quando a voz ativa se transforma na voz passiva sintética, é comum que o sujeito se torne a partícula –se. Nesse ínterim, o objeto direto se tonar o sujeito da passiva.

Voz ativa: “O professor mudou a dinâmica da sala durante a prova Voz passiva analítica: “Modificou-se a dinâmica da sala durante a prova”

E aí, conseguiu aprender mais sobre as vozes verbais? Que tal dar uma olhadinha na nossa matéria sobre o uso da vírgula – Regras, quando e como usar o sinal de pontuação

Fontes: Educa mais Brasil, Brasil Escola, Mundo Educação, Conjugação, Toda Matéria

Imagens: Pinterest,  Vários exemplos, Descomplicando na Web, Maxi Educa e Toda Matéria 

Essa matéria Vozes verbais, o que são? Definição, características e exemplos foi criada pelo site Conhecimento Científico.

Últimas