Hora 7 Construtores de poço acham safira de R$ 516 milhões por acidente

Construtores de poço acham safira de R$ 516 milhões por acidente

Descoberta foi mantida em segredo durante vários meses pelo governo do Si Lanka. Identidade do dono foi mantida em segredo

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

A única imagem divulgada da safira recordista, encontrada no Sri Lanka

A única imagem divulgada da safira recordista, encontrada no Sri Lanka

Reprodução/Sr. Gamage (via The Sun)

Trabalhadores que escavavam um poço encontraram uma safira de tamanho recorde, avaliada inicialmente em R$ 516,170 milhões (72 milhões de libras). A pedra de 510 kg foi encontrada no quintal de um homem e uma escolta armada a levou para o cofre de um banco.

O achado impressionante ocorreu em Ratnapura, no Sri Lanka, totalmente por acidente. A gema azul clara tem 2,5 milhões de quilates.

O dono da pedra, identificado apenas como "Senhor Gamage", disse algumas palavras à mídia local sobre o achado.

"Alguns funcionários estavam cavando o poço e nos alertaram sobre a presença algumas pedras raras. Mais tarde, achamos esta pedra enorme", disse o agora ricaço.

A descoberta ocorreu em 2020, mas foi mantida em segredo por vários meses. A ideia não era apenas preservar a identidade do novo milionário, mas também limpar a pedra, colocá-la em um lugar seguro e começar o processo de venda.

Além disso, a Autoridade Nacional de Joias e Gemas do Sri Lanka mantém o local exato da descoberta em segredo, para evitar que garimpeiros anônimos vão até a região.

A pedra tem 1 m de comprimento, por 72 cm de largura e 50 cm de altura, o que a torna a maior do mundo até o momento. Logo após ser desenterrada, a safira foi tranferida para um cofre do Banco do Ceilão.

O Sri Lanka é considerado a "capital mundial das safiras" e o tipo azul é considerado uma exclusividade de lá.

LEIA ABAIXO: Pescador de 20 anos acha 'vômito de baleia' no valor de R$ 1,5 milhão

Últimas