Hora 7 Cordeiro nasce sem duas patas, vira bípede e morre ao acumular gases

Cordeiro nasce sem duas patas, vira bípede e morre ao acumular gases

Filhote conseguiu aprender a se equilibrar nos membros dianteiros, mas sobreviveu apenas 40 dias, em fazenda na China

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia

  • Um cordeiro veio ao mundo com apenas duas patas funcionais, em uma fazenda na China.
  • Após se arrastar por alguns dias, o filhote conseguiu adotar o bipedismo para se locomover.
  • Imagens que revelam a habilidade do animal foram amplamente compartilhadas nas redes.
  • Mas, infelizmente, o ovino morreu com 40 dias de vida, por acúmulo de gases intestinais.
Cordeiro com má-formação nas patas adotou bipedismo para seguir em frente, mas morreu

Cordeiro com má-formação nas patas adotou bipedismo para seguir em frente, mas morreu

Montagem/R7, com YouTube/Chinese TikTok Scramble

O cordeiro acima nasceu com má-formação nas patas traseiras, em uma fazenda de Hulunbuir, na China. Impossibilitado de usar os membros atrofiados, o filhote apenas se arrastava atrás da mãe nos primeiros dias. Até que conseguiu desenvolver o bipedismo.

Imagens do ovino em movimento foram compartilhadas nas redes, onde atraíram a atenção de milhares de internautas:

Conforme reportado pelo tabloide Daily Star, o tutor do bicho explicou à mídia local as etapas que o cordeiro cumpria para conseguir se equilibrar sobre as patas dianteiras.

Segundo ele, o animal se apoiava sobre os joelhos e saltava sobre o par de membros funcionais. A partir daí, ele era capaz de se locomover como um legítimo bípede.

A habilidade desenvolvida pelo filhote incluía até manobras mais sofisticadas, como passar embaixo de cercas. Ele simplesmente caía sobre os joelhos e deslizava até o restante do rebanho.

Vale o clique: Porcos e ovelhas são transportados em trem de passageiros na China

No entanto, de acordo com a imprensa chinesa, o cordeiro morreu no último domingo (25), devido ao acúmulo de gases intestinais. Ele tinha apenas 40 dias de vida.

Sasho Gjorgjievski, veterinário da clínica na qual o ovino veio ao mundo, disse que tudo corria bem com o cordeiro. No entanto, ele explica que animais com anomalia severas raramente chegam à fase adulta.

"À medida que crescem, as necessidades mudam e a questão é se conseguem sobreviver ou não", pontuou.

Já outro cordeiro veio ao mundo com uma perna extra pendurada na cabeça. Confira abaixo!

Últimas