Hora 7 Correio encontra cartas de 2008 na casa de carteiro morto e as entrega

Correio encontra cartas de 2008 na casa de carteiro morto e as entrega

O Royal Mail, do Reino Unido, diz estar investigando o caso e pediu desculpas pelos 13 anos de espera

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • O serviço de correios do Reino Unido encontrou cartas de 2008 na casa de um carteiro morto
  • Mesmo 13 anos depois, eles fizeram as entregas esta semana
  • Alguns dos que receberam as cartas ficaram felizes com revistas e jogos antigos
  • Outros processaram o Royal Mail, ao receberem cheques vencidos
Em 2008, a estética das correspondências era bem diferente

Em 2008, a estética das correspondências era bem diferente

Reprodução/Facebook (via Metro)

Diversas correspondências de 2008 foram entregues esta semana, no Reino Unido, após o serviço postal do país encontrar sacolas cheias de cartas na casa de um carteiro que morreu recentemente.

Apesar do incoveniente, muitas famílias ficaram felizes com a estranha surpresa de receber revistas, DVDs e jogos antigos. Algumas correspondências tinham até vale-compras.

As cartas são das regiões de Wantage e Grove, no condado de Oxford, próximo de Londres.

Uma mulher relatou ao Royal Mail, o serviço postal do país, que ficou emocionada ao receber em casa um convite de casamento feito manualmente pela mãe, que morreu há alguns anos.

Em pequenos grupo de Facebook, moradores fizeram levantamentos de pessoas que mudaram de endereço, para garantir que elas receberão as cartas de 13 anos atrás.

Nem tudo são flores

Segundo o tabloide Metro, algumas pessoas ficaram furiosas com essa volta ao passado. Uma delas recebeu um cheque vencido de 150 libras (R$ 1.120, pela cotação atual) e agora processou o serviço postal.

Já Jo Dickie, moradora local, contou ao tabloide que não gostou nada da família dela ter lido as cartas antigas dela, sem mencionar o possível conteúdo delas.

Sem explicar por que o carteiro nunca entregou as cartas, o Royal Mail anexou um pedido de desculpas em todas as correspondências entregues.

"Gostaria de oferecer minhas sinceras desculpas por qualquer inconveniente ou sofrimento que você possa sentir como resultado do recebimento deste e-mail após tanto tempo."

A empresa ainda ressalta que "a grande maioria dos carteiros se dedica a entregar correspondências com segurança e eficiência", e "desempenharam um papel crucial para manter o Reino Unido conectado durante a pandemia".

NÃO PERCA: Mãe compartilha foto da filha e questiona: 'Cadê o resto dela?

O Royal Mail está investigando os motivos do carteiro ter deixado as correspondências em casa.

LEIA ABAIXO: Mistério! Menina envia carta para mãe cinco anos após desaparecer

Últimas