Hora 7 Disputa territorial gera mureta de cocô com 76 m de comprimento

Disputa territorial gera mureta de cocô com 76 m de comprimento

Morador acusa vizinho de empilhar esterco de vaca após impasse em divisão de fazenda, localizada em Lodi, no Michigan (EUA)

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma disputa territorial nos EUA resultou em uma mureta de cocô com 76 m de comprimento.
  • Um fazendeiro acusa outro de erguer a obra após discordância com a demarcação de terras.
  • O autor da barreira de esterco defende ter feito apenas uma 'cerca de compostagem' no local.
  • Autoridades dizem não poder intervir, porque o dono da mureta empilhou o cocô do lado dele.
Disputa entre vizinhos resultou em mureta de cocô com 76 m de comprimento, nos EUA

Disputa entre vizinhos resultou em mureta de cocô com 76 m de comprimento, nos EUA

Reprodução/Vídeo/Fox 2

Uma mureta de cocô com 76 m de comprimento marca o novo impasse de uma disputa entre dois vizinhos em Lodi, no Michigan (EUA). Desde o ano passado, os proprietários não conseguem chegar a um acordo sobre a divisão da fazenda onde habitam.

Wayne Lambarth, cujo avó trabalhou no local há 100 anos, acusa o morador ao lado de ter empilhado o esterco de vaca por descontentamento com a questão demarcatória.

"Normalmente, eles espalham no campo, mas decidiram fazer uma cerca", apontou Lambarth, em entrevista ao canal Fox 2.

Ele mantém inquilinos nos domínios dele, que também não estão nem um pouco felizes com o odor emitido pela barreira de fezes.

Mureta de cocô tem deixado moradores desconfortáveis com o fedor

Mureta de cocô tem deixado moradores desconfortáveis com o fedor

Reprodução/Vídeo/Fox 2

"É como se você não pudesse deixar a janela aberta", relatou o arrendatário Coyne Gatto, "todo o andar de cima vai cheirar assim."

Vale o clique: Mãe tatua desenho feito pelo filho, mas descobre que não era dele

Procurado pela reportagem, o responsável pela construção fedorenta não aceitou o uso do termo "mureta de cocô" para defini-la: "É uma cerca de compostagem", corrigiu.

Ao ser informado de que o vizinho estava profundamente descontente com a mureta de cocô/cerca de compostagem, ele respondeu algo inaudível sobre o preço do leite e voltou ao trabalho.

Apesar do incômodo geral, as autoridades locais informam que não podem tomar nenhuma medida sobre as pilhas de esterco em série, um vez que foram acumuladas no terreno do autor da obra.

Já no Canadá, cidades foram devastadas por chuvas de cocô humano. Entenda abaixo!

Últimas