Hora 7 Ecologistas sobem em árvore para se salvar de ataque de rinoceronte

Ecologistas sobem em árvore para se salvar de ataque de rinoceronte

Especialistas da África do Sul sedaram o rinoceronte para colocar uma coleira com GPS, mas o animal acordou furioso da anestesia

Acredite, ele não quer carinho!

Acredite, ele não quer carinho!

Reprodução/YouTube/Compass Media

Um rinoceronte teve um ataque de fúria e ecologistas que estavam checando a saúdeo do animal precisaram correr e se abrigar em uma árvore. O momento destemperado ocorreu após o rinoceronte acordar de uma anestesia.

O conservacionista Tom Frew estava numa área da África do Sul para registrar e colocar coleiras com GPS em rinocerontes-brancos da região. Mas, no meio da missão, ele foi informado que um raro e ameaçado rinoceronte-negro estava na região.

Junto com outros colegas de um grupo de monitoramento e proteção de animais, ele encontrou o animal e o sedou.

Mas, ao acordar, o rinoceronte se tornou agressivo e colocou todos para correr. Restou a eles subir em uma árvore pequena e um tanto frágil, para se protegerem da fúria dele.

Segundo Tom, foram alguns (longos) minutos de espera, até o rinoceronte desistir e ir embora.

Em entrevista à agência de conteúdo Compass, o ecologista disse que "tudo aconteceu muito rápido". Mas ele ressalta que a agressividade dos rinocerontes-negros já é bem conhecida.

"O rinoceronte-negro é mais raro que o rinoceronte-branco e também muito mais agressivo e perigoso, especialmente quando provocado", explicou Tom.

O vídeo foi filmado em setembro de 2021, mas divulgado apenas agora pela organização.

Anteriormente, o mesmo animal havia passado por um procedimento cirúrgico para a retirada do chifre dele, como é possível ver na gravação.

A medida extrema é uma forma de evitar que rinocerontes sejam caçados por traficantes. Segundo ecologistas, o procedimento é "indolor" e é feito com o animal totalmente sedado.

LEIA ABAIXO: Rolê de rinoceronte por cidade obriga moradores a ficarem em casa

Últimas