Hora 7 Estátuas vão a leilão como réplicas, mas são artefatos do Egito Antigo

Estátuas vão a leilão como réplicas, mas são artefatos do Egito Antigo

Esfinges usadas em jardim foram vendidas por valor 500 vezes maior do que o preço inicial, assim que genuinidade foi constatada

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia
  • Duas estátuas que decoravam o jardim de uma casa eram itens genuínos do Antigo Egito.

  • A descoberta foi feita no momento em que os itens foram a leilão na Inglaterra.

  • As peças acabaram vendidas por valor 500 vezes maior do que o lance inicial.

  • A compra foi realizada por uma galeria de fora da Inglaterra, que também promove leilões.

As esfinges acima foram a leilão como réplicas, mas são artefatos genuínos do Egito Antigo

As esfinges acima foram a leilão como réplicas, mas são artefatos genuínos do Egito Antigo

Reprodução/Mander Auctioneers (via East Anglian Daily Times)

Duas estátuas que decoraram o jardim de uma casa na Inglaterra por 15 anos foram leiloadas por valor 500 vezes maior do que o preço de partida. Isso porque as esfinges tidas como réplicas são, na realidade, artefatos genuínos e milenares do Egito Antigo.

"Fomos contatados por uma família que estava de mudança e precisava descartar muitos itens da antiga propriedade, que não cabiam na nova casa" contou James Mander, da casa de leilões Mander Auctioneers, ao jornal East Anglian Daily Times.

Os donos compraram as estátuas por algumas centenas de libras e acreditavam que elas eram datadas do século 18, adquiridas durante as viagens de algum aristocrata pelo globo.

Vale o clique: Fotos mostram que são necessários 15 leões para derrubar um búfalo

"Houve interesse antes do leilão, durante a exibição, mas realmente não tínhamos nenhuma indicação de valor", explicou Mander.

Mesmo assim, devido ao mau estado das peças, o lance inicial do leilão foi fixado em valor equivalente a R$ 1.500. No entanto, a cifra subiu rapidamente para a casa dos R$ 750 mil, e o martelo acabou batido em R$ 1,46 milhão.

A compra foi realizada por uma galeria de fora da Inglaterra, que também promove leilões. "Tivemos o prazer de informar aos vendedores que desfrutaram [das estátuas] como enfeites de jardim por anos, sem nenhuma ideia do verdadeiro valor", comemorou Mander.

Já uma turista devolveu artefatos que furtou em Pompeia "por trazerem azar". Entenda abaixo!

Últimas