Hora 7 Ferrari raríssima é detonada em incêndio junto com frota de carrões

Ferrari raríssima é detonada em incêndio junto com frota de carrões

Automóveis de luxo foram completamente destruídos após suposto ataque criminoso aos galpões onde eram guardados, na Inglaterra

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Ferrari avaliada em R$ 8,3 milhões foi destruída em suposto incêndio criminoso

Ferrari avaliada em R$ 8,3 milhões foi destruída em suposto incêndio criminoso

Reprodução/The Sun

Uma Ferrari de edição limitada foi completamente destruída ao lado de outros supercarros durante um incêndio, que atingiu os dois galpões onde esses veículos eram mantidos, em uma fazenda nos arredores de Cheshire, na Inglaterra.

Segundo o tabloide britânico The Sun, a frota era composta por 80 automóveis de luxo, pertencentes a um rico revendedor de carros clássicos. Além do raro modelo LaFe​rrari, avaliado em R$ 8,3 milhões, a coleção também possuía carros das marcas Porsche, Jaguar e Lamborghini.

Infelizmente, os bombeiros que atenderam ao chamado não conseguiram salvar nenhum dos veículos. 

Ataque incendiário

A polícia de Cheshire abriu inquérito em conjunto com o corpo de bombeiros local para determinar a causa do incêndio. Apesar da apuração em curso, as autoridades já trabalham com a hipótese de um ataque criminoso.

A mídia local acredita que um dos veículos destruídos valia cerca de R$ 20 milhões

A mídia local acredita que um dos veículos destruídos valia cerca de R$ 20 milhões

Reprodução/The Sun

"Uma investigação conjunta entre bombeiros e polícia está em andamento para buscar a causa do incêndio, que se acredita ter sido iniciado deliberadamente", disse um porta-voz.

A imprensa local acredita que um dos supercarros detonados valia o equivalente a R$ 20 milhões e ocupava um dos galpões como parte de um esquema financeiro.

Veja também: Pais desenterram filha falecida e a vendem como 'noiva' por R$ 62,8 mil

Uma fonte não identificada revelou que o proprietário está "absolutamente arrasado" com o suposto crime: "A maioria dos carros eram clássicos, com alguns praticamente únicos", explicou, "mesmo que o seguro cubra, você não pode compensar a perda do histórico automobilismo."

Ricaço ignora quarentena e destrói carro de R$ 5 milhões em colisão

Últimas