Hora 7 Fotos em redes sociais mostram a invasão de cigarras nos EUA

Fotos em redes sociais mostram a invasão de cigarras nos EUA

Após 17 anos, ninhada de insetos saiu da terra para acasalar e cantar muito alto

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Reprodução/Twitter/@Arccitius

Após 17 anos de uma intensa vida subterrânea, as cigarras da Ninhada X (ou 10, mas X é um nome muito mais legal) emergiram no leste dos Estados Unidos, para acasalarem como se não houvesse amanhã, experimentarem os desprazeres da vida adulta por um mês e depois morrerem, garantindo que mais uma ninhada vá para a terra logo depois.

Durante esse período, elas cantam. Muito alto. Também procuram parceiros em jardins e servem de alimento para os entusiastas de dietas com insetos.

Nas redes sociais, elas se tornaram estrelas, mostrando a uma nova geração que a tal invasão de cigarras não é papo de cientistas, mas um evento real, que faz barulhos muito reais.

"Galera, os insetos são reais. Isto não é mais uma piada de internet, isto é guerra".

Especialistas foram rápidos para avisar sobre o que significa lidar com essa tropa de insetos, desesperados para ter filhos.

Elas não machucam ninguém, não destroem plantas (a não ser as muito jovens, mas é possível protegê-las com telas impermeáveis) e vão embora muito rápido. E fazem barulho, nunca é demais ressaltar — sons de mais de 100 decibéis, o mesmo que uma britadeira.

Mas, em nossa Sociedade do Espetáculo, registrar a aparição de um evento que logo irá se encerrar parece algo perfeito. E assim temos centenas de fotos das cigarras. E são belas fotos, ninguém vai negar.

Elas estão em toda a parte.

Alguns capturaram o milagre da vida, com uma delas abandonando o exoesqueleto.

Outros gostaram da interação com esses belos insetos

Até daqui a 17 anos, ninhada! Leia abaixo nosso aviso sobre a chegada da Ninhada X, no leste dos Estados Unidos.

Últimas