Hora 7 Gazelinha acolhida por guepardos tem pescoço quebrado por babuíno

Gazelinha acolhida por guepardos tem pescoço quebrado por babuíno

Mãe dos felinos entregou cervo recém-nascido aos filhotes, que não conseguiram predá-lo. Ao contrário do primata faminto...

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma gazela recém-nascida passou a fazer parte de uma família de guepardos.
  • Ao menos até a chegada de um babuíno faminto, que detonou o momento lúdico.
  • O primata oportunista afugentou os felinos e raptou o pequeno antílope.
  • Durante a fuga, o filhote acabou com uma lesão mortal no pescoço.
Gazelinha acolhida por filhotes de guepardo teve o pescoço quebrado por um babuíno

Gazelinha acolhida por filhotes de guepardo teve o pescoço quebrado por um babuíno

Montagem/R7, com YouTube/SWNS

Uma gazela recém-nascida passou a fazer parte de uma família de guepardos, conforme flagrante registrado na reserva Naboisho Conservancy, no Quênia. Ao menos até a chegada de um babuíno faminto, que quebrou o pescoço do pequeno antílope após raptá-lo. 

As imagens impressionantes foram captadas por uma fotógrafa da vida selvagem identificada como Laura Dyer. Assista abaixo:

Segundo o tabloide Daily Mail, a gazela foi capturada por um guepardo fêmea, que a entregou aos filhotes. A finalidade era que as crias começassem a desenvolver os instintos predatórios próprios dos felinos.

Apesar de perseguirem o pequeno antílope e até tentarem mordiscar o pescoço dele, os aprendizes de fera aparentemente não consideraram que o novo companheiro era comida.  

No entanto, a lei da selva é sinistra, parceiro! Um babuíno faminto aproveitou o momento lúdico entre as espécies para garantir o dele.

Vale o clique: Este leão branco de juba perfeita ainda é o mais 'gato' da savana

Após afugentar o trio de guepardos, o primata agarrou a gazela e a carregou para longe. No processo, o filhote acabou com uma lesão mortal no pescoço.

"Os babuínos às vezes capturam e matam presas, mas é muito incomum", explicou Laura, a autora do registro.

Ela também acrescenta que os guepardos jovens tinham aproximadamente 6 meses e estavam o tempo todo sob o olhar atento da mãe.

Por falar em guepardo, um jovem representante da espécie foi abocanhado por um crocodilo. Confira a seguir!

Últimas