Hora 7 Homem cria Ferrari pirata com carcaça de Toyota e enfrenta acusação criminal

Homem cria Ferrari pirata com carcaça de Toyota e enfrenta acusação criminal

Policiais italianos precisaram chamar especialistas para confirmar que o veículo era falsificado

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Policiais italianos apreenderam uma Ferrari falsificada feita a partir de um Toyota
  • O veículo foi construído por um homem de 26 anos, que não teve a identidade revelada
  • Para ter certeza da falsificação, as autoridades precisaram de um time de especialistas
Foi necessária uma avaliação de especialistas para provar que o carro era falso

Foi necessária uma avaliação de especialistas para provar que o carro era falso

Reprodução/Guardia di Finanza di Asti

Um homem de 26 anos resolveu que queria uma Ferrari, porém não tinha dinheiro para comprar. Mas ele não ficou no sonho e resolveu piratear o carro, mais especificamente o modelo F430, da cor vermelha.

Autoridades da Guarda de Finanças — uma unidade policial subordinada ao Ministério da Economia do país — apreenderam o veículo em meados de novembro, após pará-lo durante uma verificação de rotina, em uma estrada da cidade de Asti.

A falsificação era de primeira, e tinha o famoso cavalo-símbolo da empresa no capô, pneus com a mesma estética arrojada da marca e até faróis estilizados. Para ter certeza da violação, os policiais precisaram chamar um time de especialistas no assunto.

Uma análise detalhada mostrou que o carro era, na verdade, um Toyota MR Coupé, um veículo famoso da década de 1990.

A pirataria foi tão bem-feita que a polícia divulgou uma imagem com detalhes que mostram a meticulosidade da obra.

Descobriram tudo nos detalhes

Descobriram tudo nos detalhes

Reprodução/Guardia di Finanza di Asti

Não foi exatamente o caso de uma falsificação similar, registrada em 2019, no Brasil.

Os especialistas que avaliaram o veículo afirmaram que ele possui algumas peças originais, o que dificultou provar que se tratava de uma falsificação.

O responsável pela pirataria enfrentará acusações de falsificação e violação de marcas registradas.

LEIA ABAIXO: Ferrari rara avaliada em R$ 5,6 milhões pega fogo no meio da rua

Últimas