Hora 7 Homem dirige veículo militar, destrói ruas e aterroriza população

Homem dirige veículo militar, destrói ruas e aterroriza população

'Ele só quer nos intimidar', afirmou um dos moradores da pequena cidade da Flórida. Veículo similar a tanque não é ilegal

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia
  • Um homem foi flagrado dirigindo um veículo similar a um tanque nas ruas da Flórida

  • Apesar de assustador, veículo não é considerado ilegal, por ter canhão desativado

  • "Ele só quer nos intimidar", afirmou um dos moradores locais, revoltado

  • Procurado, o homem respondeu jornalistas por um alto-falante na porta de casa

Apesar de intimidador, veículo não é considerado ilegal caso armamento seja desativado

Apesar de intimidador, veículo não é considerado ilegal caso armamento seja desativado

Reprodução/Vídeo/CBS News

Moradores da tranquila comunidade de Palmetto Bay, no sul da Flórida, ficaram aterrorizados ao verem um homem pilotando um veículo similar a um tanque nas ruas da região.

O tal veículo é propridade de um morador local e, estranhamente, tem permissão para trafegar com ele nas ruas dos Estados Unidos.

Apesar da permissão legal, os moradores de Palmetto reclamam que se sentem "intimidados" com a presença do "tanque" e reclamaram que ele está destruindo o meio-fio das calçadas.

O veículo não é um tanque, e sim e um automóvel militar blindado de reconhecimento, modelo FV107, desenvolvido pelo Exército Britânico na década de 70.

Segundo a KCTV5, a arma principal do veículo foi desativada, por ser considerada ilegal para uso civil. A desativação torna o FV107 legalizado para andar as ruas dos Estados Unidos.

"Seu propósito é intimidar ou apenas se exibir, provavelmente apenas para se exibir", afirmou John Gonzalez, um morador local, à rede CBS News.

"É incomum [ver um veículo militar na rua] para dizer o mínimo. Mas no momento político atual é preocupante", completou James Woodard, em entrevista à mesma rede.

A CBS News tentou falar com o homem, mas afirma que gritos em um alto-falante no portão da casa dele afirmaram que "ninguém comentaria o assunto".

LEIA TAMBÉM: Há 15 anos, homem criou 'tanque' gigante para destruir prefeitura

Últimas