Hora 7 Homem enche a cara, dorme na rua e perde dados pessoais de 460.000 moradores

Homem enche a cara, dorme na rua e perde dados pessoais de 460.000 moradores

Japonês era funcionário terceirizado de prefeitura e levava pendrive com informações sensíveis

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Um homem perdeu um pendrive com dados pessoais de moradores de uma cidade japonesa
  • Após um dia de trabalho, ele resolveu beber e acabou dormindo na rua
  • A perda da unidade de memória causou uma pequena crise na cidade
  • Após algumas buscas, ele encontrou a bolsa em um apartamento em uma cidade vizinha
Imagem meramente ilustrativa do funcionário bebum e dorminhoco

Imagem meramente ilustrativa do funcionário bebum e dorminhoco

Reprodução/Okinawa Prefectural Police

Um homem perdeu dados pessoais de cerca de meio milhão de moradores de uma cidade japonesa após encher a cara em um bar e dormir na rua. No dia 21, o homem, não identificado, resolveu beber após um longo dia de trabalho na cidade industrial de Amagasaki e, depois disso, tudo saiu do controle.

Após a longa bebedeira, o funcionário de 40 anos resolveu dormir na rua — algo relativamente comum em algumas regiões do Japão — e, quando acordou, a bolsa dele havia sumido.

Dentro dela estava um pendrive com os dados de 465.177 residentes da cidade. Os registros incluíam nome, endereço, contas bancárias e movimentações financeiras — a empresa dele era uma terceirizada responsável por identificar residentes elegíveis para isenções fiscais.

Em um comunicado oficial, a empresa BIPROGY, onde o beberrão trabalha, pediu desculpas e afirmou que o pendrive estava criptografado, o que dificulta bastante o acesso a dados sigilosos.

Após três dias de crise, a busca chegou ao fim de forma simples: junto com um policial, o próprio funcionário encontrou a bolsa e o pendrive dentro em um apartamento na cidade de Suita, cerca de 10 km distante de Amagasaki.

De acordo com a emissora NHK, não há indícios de acesso aos dados ou qualquer tipo de violação no pendrive.

O incidente sobrecarregou os sistemas de comunicação da prefeitura local, que registraram cerca de 30.000 ligações de residentes que reclamaram ou expressaram preocupação com a perda dos dados.

LEIA ABAIXO: Polícia do Japão pede que bêbados parem de dormir no meio da rua

Últimas